MILD: Manual de instruções para a literacia digital

mild
Clicar na imagem para ligação ao sítio.

O MILD – Manual de instruções para a literacia digital é um portal da Rede de Bibliotecas Escolares que visa desenvolver as competências dos jovens dos 14 aos 18 anos nos domínios da leitura, dos media e da cidadania digitais.

Não se destina a ensinar tecnologia digital, antes a desenvolver a consciência sobre a forma de usar essa tecnologia, nas suas possibilidades e nos limites, nas oportunidades que abre e nos perigos que encerra.

Contém materiais a serem explorados em contextos pedagógicos, com oito secções (imagem de cima) e cada um com uma série de temas a desenvolver (pelo menos 3 em cada secção).

Cada tema é explorado em 4 dimensões: aprender (é o caso da figura em baixo), participar, explorar e responder.

mild2

O projeto iniciou-se com o financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian, desenvolvido por uma equipa de trabalho constituída por Maria Teresa Calçada (coordenação), Elsa Conde e Ana Bela Martins. A produção de conteúdos contou com a participação de Alex Martire, António Granado, António Maneira, Daniel Cassany, João Correia de Freitas, Paula Lopes e Vitor Tomé; a conceção e execução da plataforma foi realizada pela EDUCOM – Associação Portuguesa de Telemática Educativa.

Ministério da Educação
Rede de Bibliotecas Escolares 

Avenida 24 de julho, 140
1399-025 Lisboa
Tel. 213 934 656
E-mail mild@bibliotecasescolares.pt

 

Anúncios

Ciclo de Cortos: “El vendedor de humo”

el vendedor

El vendedor de humo.

Ano: 2012

Género: animação

Realizador: Jaime Maestro

Sinopse: Um jovem vendedor ambulante chega a uma pequena cidade para comercializar um produto bem incomum. Inicialmente, ninguém lhe dá atenção por não entenderem o que está a vender. Quando descobrem, o seu baú começa a ficar cheio de moedas, mas ninguém imagina que ele possui um grande segredo.

Vencedor da categoria “Melhor Curta-Metragem de Animação” nos Prémios Goya 2013

Para saber mais: (+)

Grupo Disciplinar 350 – Espanhol

Ciclo de Cortos: “La leyenda del espantapájaros”

la-leyenda-del-espantapajaros

La leyenda del espantapájaros

Ano: 2005

Género: animação

Realizador: Marco Besa

Sinopse: Era uma vez um espantalho amável e solidário, mas que os corvos temiam pelo seu aspeto ameaçador. Sentia-se sozinho, pelo que decide mudar de vida. Será que consegue ser aceite?

Nomeado para a categoria “Melhor Curta-Metragem de Animação” nos Prémios Goya 2005

la leyenda del espantapájaros 1

Grupo Disciplinares 350

Ciclo Cortos: “Diez minutos”

diez 1

Diez minutos

Ano: 2004

Realizador: Alberto Ruiz Rojo

Protagonistas: Gustavo Salmerón e Eva Marciel

Género: drama

Enrique contacta o serviço de apoio ao cliente da empresa de telecomunicações do seu telemóvel. É atendido por Nuria, a assistente da operadora. Enrique só tem dez minutos para convencer Nuria a fornecer-lhe um número que fora marcado no seu telemóvel. Dependerá dessa informação para recuperar ou perder o amor da sua vida.

Nomeado para o Prémio “Melhor Curta-Metragem de Ficção nos Prémios Goya 2005

diez 2

Grupo disciplinar 350 – Espanhol

Ciclo Cortos: “Cuerdas”

cuerdas

Cuerdas

Ano: 2013

Realizador: Pedro Solís García.

Género: animação

Sinopse: Esta curta-metragem debruça-se sobre a relação de amizade entre a pequena Maria e seu colega de orfanato Nicolás. A menina, ao contrário dos demais colegas, que preferem manter distância do recém-chegado, logo se aproxima e passa a incluí-lo em todas as brincadeiras, fazendo as adaptações necessárias para que o amigo também se possa divertir.

Vencedor “Melhor Curta-Metragem de Animação” nos Prémios Goya 2014.

Grupo 350 – Espanhol