Viagem a Londres

Londres: a cidade onde tudo é possível

ccc
Big Ben. London Eye. Underground. Táxis pretos. Cabines telefónicas. Autocarros de dois andares. Pontualidade Britânica.
Depois de vários anos de pesquisa e estudo da Cultura Inglesa, era quase surreal imaginar-me a visitar a minha cidade de eleição e um dos locais mais aclamados do Mundo. Foi uma experiência fantástica!
Efetivamente, tudo em Londres é fascinante. Nos Museus mais famosos do Mundo, como National Gallery, Natural History Museum e Tate Gallery, respira-se história, cultura e ciência; com fantásticas coleções permanentes únicas no Mundo. A entrada é gratuita na maioria dos museus e os horários de visita são alargados.

Os transportes são muito eficientes. Nomeadamente através do Metro, é possível viajar rapidamente e de forma cómoda a qualquer hora, aproveitando assim todas as atividades diárias. É também de referir o rigor inglês visto que as regras de trânsito são bastante respeitadas.

london eye
Um dos pontos altos da nossa visita foi a ida à London Eye, a imponente roda gigante do Rio Tamisa. A 130 metros de altura, a visão panorâmica sobre a lindíssima cidade de Londres, precedida de um elucidativo filme 4D é, definitivamente, um dos marcos da nossa visita.

A imensa diversidade cultural impressionou-me bastante. Todas as tribos e nacionalidades estão representadas em Londres, estando perfeitamente integradas em sociedade e não sendo vítimas de qualquer tipo de preconceito ou atitude xenófoba ou racista como, infelizmente, acontece em muitas cidades europeias. Londres mostra ser uma capital global.
É deveras interessante o facto de, apesar de ser uma zona muito urbanizada, a cidade de Londres não descurar a presença de grandes parques que promovem o contacto com a natureza e com os animais no seu estado mais puro, como acontece em Hyde Park.
Por último, mas não menos importante, é de realçar o convívio saudável que existiu entre os elementos do grupo de alunos e professoras. Foi uma excelente oportunidade para conhecer melhor os nossos colegas e fazer novas amizades que não se cingem ao grupo-turma.
Em suma, Londres é intensa, vibrante, dinâmica, cercada de cultura, história e modernidade. Dois mil anos após a sua formação, continua a ser o sol no meio das nuvens cinzentas que quase todos os dias a encobrem! O desejo de a explorar cresce a cada dia.

Foi uma experiência única e inesquecível !!!

 

Inês Ramos Rego

VISITA DE ESTUDO

Foi na passada segunda-feira, dia 3 de abril, que os alunos do décimo ano do Agrupamento de Escolas de Mealhada visitaram o novo espaço museológico da zona ribeirinha de Lisboa, o MAAT (Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia). A visita de estudo proporcionou  ainda a revisitação de “Os Lusíadas”, no Mosteiro dos Jerónimos.

 IMG_0001

 O MAAT (Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia)

Guiada pela temática da arquitetura, a visita permitiu que os alunos descobrissem o velho museu da eletricidade (sala das caldeiras) e o novo espaço futurista da arquiteta britânica Amanda Levete. Esta nova criação arquitetónica seduziu pelo seu revestimento em escamas, pela sua forma longilínea, pela sua cobertura e pelas suas quatro salas de exposições (Oval, Galeria Principal, Project Room e Video Room).

Foi ainda uma descoberta para todos o complexo diálogo entre um espaço museológico moderno e um espaço histórico de uma era mais industrial.

O novo museu da Fundação EDP revelou ser uma combinação ousada entre a cidade e o rio mas também entre a ciência e a tecnologia.

Recomenda-se a visita!

 

“Os Lusíadas” no Mosteiro dos Jerónimos

 Foi no magnífico claustro projetado por Diogo Boitaca no início do século XVI que a peça teve início. O espaço privilegiado para a meditação e recreio dos monges da Ordem de São Jerónimo revelou ser um palco dinâmico para a apresentação da biografia do príncipe dos poetas e de alguns dos seus mais célebres sonetos.

IMG_0046

Já na Sala do Capítulo, através de imagens vídeo, música e declamação de algumas estâncias do canto em oitava rima, os alunos revisitaram “Os Lusíadas” do 9.º ano. A viagem de Vasco da Gama, as intervenções dos deuses e a vida do poeta materializaram a dramaturgia da criação da epopeia.

Um espetáculo que agradou, mas não encantou!

O AEM no Concurso Intermunicipal de Ideias de Negócio

jose

No dia 2 de abril, no auditório do Centro Cultural de Tábua, realizou-se a 4.ª edição do Concurso Intermunicipal de Ideias de Negócio, no âmbito do projeto “Empreendedorismo nas Escolas”, dinamizado pela Comunidade Intermunicipal (CIM) da Região de Coimbra.
Estiveram a concurso 18 ideias do ensino secundário e profissional, uma de cada município da CIM.
A representar o município da Mealhada estiveram os alunos José Jesus, José Cruz e Nuno Laranjo do 12º ano do curso de Ciências e Tecnologias da Escola Secundária da Mealhada, com “JoyMagnet” , uma bateria sem fios que converte ondas de radiofrequência em corrente contínua.
Apesar do empenho, da qualidade do trabalho e da brilhante prestação dos alunos no concurso intermunicipal o objetivo pretendido, um lugar no pódio, não foi atingido.

Empreendedorismo nas escolas: AEM com presença significativa

0102

No dia 22 de março realizou-se no auditório da EPVL a 4ª edição do Concurso Municipal de  Ideias de Negócio promovido pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra. No concurso participaram, com 6 projetos, 17 alunos da Escola Secundária da Mealhada e, com 3 projetos, 9 alunos da EPVL .

Os alunos José Cruz, José Jesus, Nuno Laranjo, Eros Ferreira, André Moreira e Miguel Gomes, do 12º ano do curso de Ciências e Tecnologias, Débora Cruz, Lucas Pereira, Luís Dias, Filipa Cruz, Matilde Rocha e Mariana Ferreira, do 11º ano do curso de Línguas e Humanidades, Rodrigo Quaresma, e Samuel Rodrigues, do 10º ano do curso profissional de Técnico de Multimédia, Cláudia Parreira, José Lopes e Cátia Pereira, do 12º ano do curso Profissional de Técnico de Multimédia, apresentaram ao júri do concurso os projetos que desenvolveram no âmbito do projeto  “Empreendedorismo nas Escolas”, com a coordenação dos docentes Graça Inácio, Cristina Quaresma , Ana Melo e a colaboração das professoras Rute Folhas e Guida Lacerda.

A ideia selecionada pelo júri do concurso e que representará o município no dia 2 de abril, em Tábua,  no Concurso de Ideias Intermunicipal, foi o projeto JoyMagnet dos alunos José Cruz, José Jesus e Nuno Laranjo.

No mesmo evento esteve a turma C do oitavo ano da Escola Básica n.º2 da Mealhada, orientada pela professora Ilda Ribeiro, a apresentar o trabalho desenvolvido até ao momento na construção da empresa. Irão representar o município no Concurso Intermunicipal “ExpoEmpresas” que se realizará no dia 27 de maio, em Mangualde.