Reunião de trabalho da equipa

IMG-3964
A equipa das bibliotecas (da esq. para a dir.): Maria Felismina Seco, Ana Margarida Baptista, Maria de Jesus Costa, Maria Corália Simões, Maria Alice Felício, Ana Maria Carapeto, Amélia Santos, Pedro Semedo e Helena Duque (Coordenadora Interconcelhia).

Hoje, dia 18 de dezembro, pelas 10:00 horas, a equipa das Bibliotecas Escolares do Agrupamento reuniu-se para fazer um balanço das atividades realizadas no primeiro período, coordenar as próximas iniciativas e reavaliar o plano a cumprir no final do segundo período e no terceiro período.

Esteve presente a Coordenadora Interconcelhia da RBE Helena Duque, que veio trazer uma salutar visão crítica e propor algumas estratégias de formação da equipa.

Fez-se um intervalo para almoço, momento reservado para as conversas mais informais e para fomentar a coesão da equipa, que contou com Isabel Pinheiro, membro da equipa do ano passado.

 

 

 

Anúncios

Concurso Nacional de Leitura

CNL

(clicar na imagem para aceder à página oficial do CNL)

O Agrupamento participa mais uma vez no Concurso Nacional de Leitura e a equipa das Bibliotecas Escolares elaborou um regulamento para a fase de escola.

Mais uma vez, o regulamento emitido pelo Plano Nacional de Leitura 2027 sofreu alterações de última hora, além de que prevê um calendário pouco adequado ao ritmo das atividades escolares.
Como alguém disse, são muitas entidades (e respectivos interesses) envolvidas e nem sempre as decisões são as que mais de adequam à escolas.
A equipa das BE do Agrupamento tem-se empenhado em resolver os problemas colocados e apresentar soluções que não perturbem o normal desenrolar das atividades letivas, pelo que elaborou um regulamento que, respeitando as regras estipuladas a nível nacional pelo PNL2027, se adapte ao calendário do Agrupamento.

Regulamento nacional:

frame

 

Isabel Zambujal na Mealhada: um balanço

zambujal

Para ver o vídeo, clique na imagem.

Entre 13 e 15 de novembro, a escritora Isabel Zambujal esteve no Agrupamento de Escolas da Mealhada a apresentar a sua obra e conversar com os alunos sobre escrita, criação, literatura e livros.

A atividade foi levada a cabo pela equipa das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas da Mealhada e pelos professores(as) do Primeiro Ciclo do Ensino Básico e Educadores(as) dos Jardins de Infância, de acordo com o Plano Anual de Atividades.

Em algumas sessões, estiveram também presentes Encarregados de Educação e familiares dos alunos.

Estiveram presentes todos os alunos da da Escola Básica n.º 1 da Mealhada, da Escola Básica do Luso, Escola Básica de Casal Comba (excepto pré-escolar), Escola Básica e Jardim de Infância de  Antes e Escola Básica de Barcouço.

Esta atividade implicou um planeamento muito bem elaborado e envolveu a colaboração das escolas, dos professores e educadores e também da Câmara Municipal da Mealhada e Biblioteca Municipal da Mealhada. As sessões das EB de Casal Comba e Antes foram efectuadas na Biblioteca Municipal e o autocarro que transportou os alunos foi financiado pela Câmara Municipal da Mealhada. Tratou-se de uma operação que envolveu muita gente e vontades e acabou por correr como foi planeado, com serenidade.

O coordenador da equipa das Bibliotecas Escolares vem por este meio agradecer muito às seguintes pessoas:

  • à sua colega Professora Bibliotecária, Dr.ª Amélia Santos, que foi quem promoveu,  planeou e coordenou a atividade.
  • à editora e à autora pela disponibilidade. Foram 3 dias muito intensos e exigentes.
  • às nossas colegas que neste ano prestam serviço nas bibliotecas das escolas do primeiro ciclo, pelo empenho.
  • aos colegas professores e educadores que colaboraram sem reservas.
  • aos coordenadores de estabelecimento.
  • aos membros do pessoal não docente pela ajuda.
  • aos serviços de Educação da Câmara Municipal da Mealhada, ao sr. vereador Dr. Guilherme Duarte e demais elementos da CML que apoiaram a nossa iniciativa.
  • aos colegas da Biblioteca Municipal da Mealhada pela disponibilidade.
  • aos pais e encarregados de educação que apoiaram a nossa iniciativa.

A peça “A viúva e papagaio” na Mealhada a 29 de março

CARTAZ-geral-724x1024

No próximo dia 26 de março, ir-se-á realizar um espetáculo de teatro a partir de uma adaptação do conto A Viúva e o Papagaio de Virgínia Woolf.

Esta obra está incluída na lista das metas curriculares do 5º ano, sendo leitura obrigatória no Plano Nacional de Leitura.

Trata-se de um conto imprevisível e entusiasmante, que acompanha a aventura da Srª Gage na procura da herança inesperada que o seu irmão lhe deixou, contando com a ajuda de James, um papagaio invulgar.

As turmas a que se destina esta atividade são as do 5º ano do Agrupamento de Escolas da Mealhada.

 A peça terá aproximadamente uma duração de 50/ 60 minutos e depois os alunos poderão colocar questões aos atores e realizar uma visita aos bastidores.

A EB de Casal Comba colabora com a Ajudaris

ajudaris

Clicar, por favor, na imagem para ver um pequeno filme sobre a atividade.

A Ajudaris é uma associação particular de carácter social e humanitário de âmbito nacional, sem fins lucrativos, considerada de utilidade pública desde 2008. Sem ajudas estatais, desenvolve projectos de intervenção social que visam combater a fome, a pobreza e a exclusão social, através da capacitação e da educação.

Dos diversos projetos que desenvolve, conta-se o “Histórias da Ajudaris”. Trata-se de um desafio anual às escolas e que envolve a escrita de uma história sob uma temática ligada à cidadania. Criado em 2009, envolve mais de 900 estabelecimentos de ensino solidários e, entre crianças, pais, professores, figuras ilustres e voluntários, contam com cerca
de 40 000 pessoas envolvidas no mesmo, intensamente empenhadas na concretização e
alargamento deste projeto que promove a leitura, a escrita e a cidadania.

A Escola Básica de Casal Comba participou no projeto e os alunos escreveram duas histórias, uma das quais foi seleccionada para ser editada em livro. Cada livro apresenta um grosso volume editado com cuidado e cada história é acompanhada por uma ilustração elaborada por voluntários.

No passado dia 23, o livro foi apresentado na Biblioteca Municipal da Mealhada, pelas 18 horas, na presença de um representante da Ajudaris, membros da equipa das Bibliotecas Escolares, professores e alunos da Escola de Casal Comba, acompanhados por familiares que enchiam a sala.

Para além do objectivo solidário, esta actividade motiva os alunos para a escrita e a leitura. Os professores foram fundamentais para que os trabalhos dos alunos atingissem um bom nível e um deles fosse seleccionado para publicação.

Os spots dos alunos do AE Mealhada

cartaz_pincaros2

O Agrupamento de Escolas da Mealhada participou no concurso “Põe a tua terra nos píncaros 2” que este ano tinha como tema “Um herói da tua terra”, promovido pela Rádio Miúdos.

Esta atividade envolve escolas e autarquias.

De acordo com o regulamento, as escolas podiam participar elaborando spots de áudio até 5 minutos sobre uma personalidade local que considerem um “herói”.

Concorreram 4 grupos:

  • Escola Básica n.º 1 da Mealhada (spot)
  • Escola Básica de Barcouço (spot)
  • Escola Básica n.º 1 da Pampilhosa (spot)
  • Escola Básica do Luso (spot)

A Equipa das Bibliotecas Escolares, coordenadora da atividade, agradece muito o empenho e entusiasmo de professores, alunos e pais e encarregados de educação que escreveram os textos em contexto de turma, ensaiaram os participantes e gravaram os sons. Também agradece aos serviços de Educação da Câmara Municipal da Mealhada pelo apoio.

Astronauta na Mealhada

Astronauta Análogo João Lousada fala para os alunos da Mealhada

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

No passado dia 6 de novembro, o astronuta análogo João Lousada, membro da equipa da Agência Espacial Europeia (ESA) em  Munique, esteve na Escola Secundária da Mealhada para falar aos alunos sobre o seu trabalho.

Em duas sessões, todos os alunos de 7.º e 8.º anos passaram pelo auditório, tendo assistido a uma palestra em que, não só contactaram com o único português a trabalhar numa estação espacial, mas, sobretudo, puderam conhecer todo o trabalho que é necessário desenvolver em Terra antes que seja possível enviar qualquer missão para o espaço.

Alunos e professores puderam perceber a importância da exploração espacial. De uma forma muito clara e com grande proximidade falou da sua experiência no deserto de Oman e das diferentes missões. Foi fácil perceber como se faz a monitorização dos astronautas, as características dos fatos e as atividades do dia a dia tão elementares como lavar o cabelo ou os dentes.

O balanço foi muito positivo e todos ficámos mais ricos.