Concurso Nacional de Leitura: 12.ª edição

transferir

 

As Bibliotecas do AE da Mealhada e a Biblioteca Municipal (Rede de Bibliotecas da Mealhada), estão a organizar a participação dos alunos do Município no 12.º Concurso Nacional de Leitura 2017-18.

Divulgamos aquiregulamento das fases local e municipal.

A iniciativa do Concurso é do Plano Nacional de Leitura PNL2027 a que se associam, tal como em edições anteriores, a Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), a Rede das Bibliotecas Escolares (RBE), o Instituto Camões IP, a Direção de Serviços de Ensino e Escolas Portuguesas no Estrangeiro (DSEEPE) e a RTP.

O concurso tem como objetivo a promoção da leitura e da escrita junto da população escolar.

Até ao ano anterior, limitava a participação a alunos do terceiro ciclo e do ensino secundário. A presente edição alarga o universo a todos os níveis de ensino básico e secundário. Assim, o Concurso Nacional de Leitura, 12ª edição, correspondente ao ano letivo 2017/2018, passa a ser dirigido aos alunos do 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e aos alunos do Ensino Secundário.

No caso dos alunos do PRIMEIRO CICLO, a participação é limitada aos alunos que frequentam o 4.º ano de escolaridade e a sua participação é obrigatória.

Esta obrigação foi decidida numa reunião em que estiveram presentes o Sr. Diretor do Agrupamento, o Sr. Vereador da Educação da CMM, técnicas superiores da Câmara Municipal que gerem as questões de Educação e de Cultura, os Professores Bibliotecários, a Sr.ª Coordenadora Interconcelhia das BE e as Bibliotecárias da BMM. Tem por objetivo estabelecer o hábito na participação neste género de concursos em que os alunos do município podem representar a Comunidade em iniciativas de prestígio e, ao mesmo tempo, proporcionar-lhes experiências desafiadoras.

Por outro lado, a participação de todos os alunos do 4.º ano obriga-nos a um trabalho logístico muito complexo, uma vez que temos de reunir todos os exemplares existentes no Agrupamento do livro a concurso (Missão Impossível, de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada). Para além disso, estamos a pedir emprestados exemplares a bibliotecas de outros municípios (Albergaria, Águeda, etc.). Esperamos, pois, fornecer um exemplar a todos os alunos do quarto ano de escolaridade.

Versões em livro eletrónico de Missão Impossível.

Por fim, esta iniciativa não pode deixar de contar com a colaboração dos docentes das turmas do 4.º ano de escolaridade: na promoção da iniciativa, na distribuição dos livros e respectivo registo, no trabalho de organizar o dia da prova e ajudar a corrigir e pontuar os questionários respondidos na fase de escola. Os questionários serão do tipo de de resposta fechada e a correcção será feita através de chave de resposta estandardizada.

Relativamente aos alunos dos restantes ciclos de ensino, a participação é voluntária e obrigará, em princípio, a um esforço menor. Apesar disso, esperamos a colaboração dos docentes do Agrupamento a quem for solicitada a sua participação.

Anúncios

Virginia Woolf

woolf assombrada

A Casa Assombrada

de Virginia Woolf

Tradução: Lucília Rodrigues

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

Durante toda a vida, Virginia Woolf publicou apenas um volume de contos, Monday or Tuesday. Todavia, pouco tempo antes de morrer, decidira compilar num volume a maior parte das histórias de Monday or Tuesday, bem assim como outros contos desconhecidos ou publicados em revistas. Em A Casa Assombrada, Leonard Woolf tentou levar por diante as intenções da esposa. Os dezoito contos que aqui apresentamos revelam-se como exemplares significativos da carga emocional e do fulgor poético característicos dos melhores escritos de Virginia Woolf.

Bio

Contos de Gao Xingjian

uma_cana_de_pesca_para_o_meu_avo

Uma Cana de Pesca para o Meu Avô

de Gao Xingjian

Tradução: Carlos Aboim de Brito

 

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o 3º ciclo, destinado a leitura autónoma.

PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA 2000

Recordações de infância, as alegrias simples do amor e da amizade, a terra natal e os seus lugares familiares, mas também os dramas da rua ou as tragédias vividas pela China, são estes os temas destes seis contos escolhidos pelo autor.

Bio

Notas críticas 1 | 2 | 3

 

Murakami, a corrida e a escrita

murakami

Auto-Retrato do Escritor Enquanto Corredor de Fundo
Um livro de memórias

de Haruki Murakami

Tradução: Maria João Lourenço

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

Em 1982, ao mesmo tempo que abandonava o lugar à frente dos destinos do clube de jazz e que tomava a decisão de se dedicar à escrita, Haruki Murakami começava a correr. No ano seguinte, abalançou-se a percorrer sozinho o trajecto que separa Atenas da cidade de Maratona. Depois de participar em dezenas de provas de longa distância e em triatlos, o romancista reflecte neste livro sobre o que significa para ele correr e como a corrida se reflectiu na sua maneira de escrever. Os treinos diários, a sua paixão pela música, a consciência da passagem do tempo, os lugares por onde viaja acompanham-no ao longo de um relato em que escrever e correr se traduzem numa forma de estar na vida.
Diário, ensaio autobiográfico, elogio da corrida, de tudo um pouco podemos encontrar aqui. Haruki Murakami abre o livro das confidências (e a sua alma) e dá a ler aos seus fiéis leitores uma meditação luminosa sobre esse ser bípede em permanente busca de verdade que é o homem.

Blogue sobre o autor

Crítica no andarilho.net

Testemunha de um corredor que partilha do gosto do autor.

Testemunho em vídeo:

Teatro de Strindberg

menina-jc3balia

Menina Júlia
de August Strindberg

Tradução: Augusto Sobral e Tânia Filipe

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

Júlia é uma jovem aristocrata que, por detrás de uma inocência aparente esconde um lado provocador. Numa noite de S. João, Júlia seduz e é seduzida por João, criado do senhor Conde e noivo de Cristina, a cozinheira da casa. Desejo, conflitos de poder, o choque violento das classes sociais e dos sexos que povoam aquela que será uma noite trágica.

Crítica: roda dos livros | Público 1Público 2

Crónicas moçambicanas

Manual para Incendiários e Outras Crónicas, Luís Carlos Patraquim from Antígona on Vimeo.

 

manual

Manual para Incendiários e Outras Crónicas
de Luís Carlos Patraquim

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

Antígona:

Este livro é um conjunto de crónicas publicadas entre 2000 e 2009 na imprensa portuguesa e moçambicana (Jornal de Letras, Savana, ÁfricaLusófona e Angolé), cujo fio condutor é a ironia do processo de escrita. Repositório humorado das reflexões do autor-cronista sobre a actualidade,Manual para Incendiários e Outras Crónicas prima pelo olhar mordaz e apaixonado sobre a literatura, a identidade moçambicana, a aculturação e a intromissão ocidental. Crónicas desenvoltas que abarcam a Europa, África e as suas gentes, são uma visão destes dois mundos aliada a um vívido humor.

BIOgrafia do autor

 

 

 

 

Viagem ao Japão, ao anime e ao manga

japao

O Japão é um Lugar Estranho
Viagem de Um Pai com o Seu Filho ao País da Manga e do Anime

de Peter Carey

Tradução: Carlos Vaz Marques

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura

OPINIÕES: 1 | 2

Uma opinião pueril mas sincera: