Rainer Maria Rilke

cartas rilke

Cartas a um Jovem Poeta

Rainer Maria Rilke

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

Atraídos pela sua poesia, era frequente alguns jovens escreverem a Rilke, falando-lhe dos seus problemas e aspirações.

De 1903 a 1908 Rilke enviou um notável conjunto de cartas a um jovem candidato a poeta.

Revelando-lhe a sua relação com a vida e a dificuldade que um espírito sensível tem em sobreviver num mundo duro e implacável.

Rainer Maria Rilke nasceu em Praga em 1875.

Escritor precoce, publicou o seu primeiro livro de poesia antes dos vinte anos, Vida e Canções (1894). Entre as suas obras mais famosas contam-se Elegias de Duíno (1923), Cartas a um Jovem Poeta (1929, póstuma) e o seu único romance, de teor autobiográfico, As Anotações de Malte Laurids Brigge (1910).

Solitário inveterado, levou uma vida errante e instável, desde os dias de Praga, sua terra natal, às viagens pela Rússia, a sua pátria espiritual, pelo Egipto, Itália e Espanha.

Travou amizades com alguns dos criadores mais importantes da sua época. Foi secretário do grande escultor Auguste Rodin.

Rilke destacou-se como um dos autores mais relevantes de língua alemã, tanto na poesia como na prosa lírica. Faleceu em Valmont, na Suíça, vítima de leucemia, em 1926.

Anúncios

Da Hungria, Sándor Márai

As-Velas-Ardem-Ate-ao-Fim

As Velas Ardem Até ao Fim

de Sándor Márai

Tradução: Mária Magdolna Demeter

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

Um pequeno castelo de caça na Hungria, onde outrora se celebravam elegantes saraus e cujos salões decorados ao estilo francês se enchiam da música de Chopin, mudou radicalmente de aspecto. O esplendor de então já não existe, tudo anuncia o final de uma época. Dois homens, amigos inseparáveis na juventude, sentam-se a jantar depois de quarenta anos sem se verem. Um, passou muito tempo no Extremo Oriente, o outro, ao contrário, permaneceu na sua propriedade. Mas ambos viveram à espera deste momento, pois entre eles interpõe-se um segredo de uma força singular…

biografia: wikipédia

Opiniões:

DIFERENTE E ESTUPENDO
Ana Oliveira | 22-04-2018
De uma prosa envolvente, este livro transporta-nos para outra dimensão. Uma reflexão acerca da amizade, do amor e da vida. Recomendo.

TOP 3
Joana Pereira | 18-08-2015
Dos melhores livros que li (aliás está no meu top 3). Leitura acessível, poucas páginas, mas de uma imensidao de pensamentos, de reflexões sobre variadíssimos temas da nossa vida!!! Livro obrigatório para quem gosta de ler!

Tempo de ler:  ‘As Velas Ardem Até ao Fim’ é um livro incomparável. Relembrou-me a magia dos livros, a magia de encontrar um inesperado tesouro literário cujos fragmentos permanecerão comigo muito depois de terminada a leitura.

Desabafos da Mulalivro pequeno de rápida leitura, facilmente leem numa tarde. Alguém já leu? Leiam, que verão que não se arrependerão.

 

A ironia de Eça de Queirós

A-Ilustre-Casa-de-Ramires

A Ilustre Casa de Ramires

de Eça de Queirós

 

Metas Curriculares de Português

Leitura recomendada no 11.° ano de escolaridade.

Publicado em livro pela primeira vez em 1900, A Ilustre Casa de Ramires conta-nos a história de Gonçalo Mendes Ramires, o Fidalgo da Torre, representante de uma nobreza já quase inexistente no Portugal oitocentista, nas suas relações familiares, no seu convívio social, nos seus entusiasmos e nas suas inexplicáveis reações.

O romance conta duas histórias em paralelo. Uma delas é um romance histórico que o personagem principal estará a escrever sobre um seu antepassado, pleno de idealismo, à maneira da estética romântica. Na outra, num registo realista, relata a vida o quotidiano de uma terra da província da época do autor (ultima década do século XIX). As duas contrastam, entre a nobreza dos feitos guerreiros do romance e a mesquinhez da vida da província. O estilo com que Eça escreve cada uma dos planos narrativos é diferente, demonstrando o extraordinário domínio literário do autor e, ao mesmo tempo, mostrando a diferença estilística entre as duas estéticas artísticas.

Eça de Queirós, com este romance divertido e irónico, descreve uma sociedade contraditória, anquilosada social e economicamente, presa a atavismos que não lhe permitem integrar a modernidade tal como os tempos exigem. Por outro lado, apela a uma renovação da elite do país.

Trata-se de um romance muito divertido, complexo nos segundos sentidos, com um final surpreendente.

Infopedia

Concurso Nacional de Leitura: 12.ª edição

transferir

 

As Bibliotecas do AE da Mealhada e a Biblioteca Municipal (Rede de Bibliotecas da Mealhada), estão a organizar a participação dos alunos do Município no 12.º Concurso Nacional de Leitura 2017-18.

Divulgamos aquiregulamento das fases local e municipal.

A iniciativa do Concurso é do Plano Nacional de Leitura PNL2027 a que se associam, tal como em edições anteriores, a Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), a Rede das Bibliotecas Escolares (RBE), o Instituto Camões IP, a Direção de Serviços de Ensino e Escolas Portuguesas no Estrangeiro (DSEEPE) e a RTP.

O concurso tem como objetivo a promoção da leitura e da escrita junto da população escolar.

Até ao ano anterior, limitava a participação a alunos do terceiro ciclo e do ensino secundário. A presente edição alarga o universo a todos os níveis de ensino básico e secundário. Assim, o Concurso Nacional de Leitura, 12ª edição, correspondente ao ano letivo 2017/2018, passa a ser dirigido aos alunos do 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e aos alunos do Ensino Secundário.

No caso dos alunos do PRIMEIRO CICLO, a participação é limitada aos alunos que frequentam o 4.º ano de escolaridade e a sua participação é obrigatória.

Esta obrigação foi decidida numa reunião em que estiveram presentes o Sr. Diretor do Agrupamento, o Sr. Vereador da Educação da CMM, técnicas superiores da Câmara Municipal que gerem as questões de Educação e de Cultura, os Professores Bibliotecários, a Sr.ª Coordenadora Interconcelhia das BE e as Bibliotecárias da BMM. Tem por objetivo estabelecer o hábito na participação neste género de concursos em que os alunos do município podem representar a Comunidade em iniciativas de prestígio e, ao mesmo tempo, proporcionar-lhes experiências desafiadoras.

Por outro lado, a participação de todos os alunos do 4.º ano obriga-nos a um trabalho logístico muito complexo, uma vez que temos de reunir todos os exemplares existentes no Agrupamento do livro a concurso (Missão Impossível, de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada). Para além disso, estamos a pedir emprestados exemplares a bibliotecas de outros municípios (Albergaria, Águeda, etc.). Esperamos, pois, fornecer um exemplar a todos os alunos do quarto ano de escolaridade.

Versões em livro eletrónico de Missão Impossível.

Por fim, esta iniciativa não pode deixar de contar com a colaboração dos docentes das turmas do 4.º ano de escolaridade: na promoção da iniciativa, na distribuição dos livros e respectivo registo, no trabalho de organizar o dia da prova e ajudar a corrigir e pontuar os questionários respondidos na fase de escola. Os questionários serão do tipo de de resposta fechada e a correcção será feita através de chave de resposta estandardizada.

Relativamente aos alunos dos restantes ciclos de ensino, a participação é voluntária e obrigará, em princípio, a um esforço menor. Apesar disso, esperamos a colaboração dos docentes do Agrupamento a quem for solicitada a sua participação.

Virginia Woolf

woolf assombrada

A Casa Assombrada

de Virginia Woolf

Tradução: Lucília Rodrigues

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

Durante toda a vida, Virginia Woolf publicou apenas um volume de contos, Monday or Tuesday. Todavia, pouco tempo antes de morrer, decidira compilar num volume a maior parte das histórias de Monday or Tuesday, bem assim como outros contos desconhecidos ou publicados em revistas. Em A Casa Assombrada, Leonard Woolf tentou levar por diante as intenções da esposa. Os dezoito contos que aqui apresentamos revelam-se como exemplares significativos da carga emocional e do fulgor poético característicos dos melhores escritos de Virginia Woolf.

Bio

Contos de Gao Xingjian

uma_cana_de_pesca_para_o_meu_avo

Uma Cana de Pesca para o Meu Avô

de Gao Xingjian

Tradução: Carlos Aboim de Brito

 

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o 3º ciclo, destinado a leitura autónoma.

PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA 2000

Recordações de infância, as alegrias simples do amor e da amizade, a terra natal e os seus lugares familiares, mas também os dramas da rua ou as tragédias vividas pela China, são estes os temas destes seis contos escolhidos pelo autor.

Bio

Notas críticas 1 | 2 | 3

 

Murakami, a corrida e a escrita

murakami

Auto-Retrato do Escritor Enquanto Corredor de Fundo
Um livro de memórias

de Haruki Murakami

Tradução: Maria João Lourenço

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

Em 1982, ao mesmo tempo que abandonava o lugar à frente dos destinos do clube de jazz e que tomava a decisão de se dedicar à escrita, Haruki Murakami começava a correr. No ano seguinte, abalançou-se a percorrer sozinho o trajecto que separa Atenas da cidade de Maratona. Depois de participar em dezenas de provas de longa distância e em triatlos, o romancista reflecte neste livro sobre o que significa para ele correr e como a corrida se reflectiu na sua maneira de escrever. Os treinos diários, a sua paixão pela música, a consciência da passagem do tempo, os lugares por onde viaja acompanham-no ao longo de um relato em que escrever e correr se traduzem numa forma de estar na vida.
Diário, ensaio autobiográfico, elogio da corrida, de tudo um pouco podemos encontrar aqui. Haruki Murakami abre o livro das confidências (e a sua alma) e dá a ler aos seus fiéis leitores uma meditação luminosa sobre esse ser bípede em permanente busca de verdade que é o homem.

Blogue sobre o autor

Crítica no andarilho.net

Testemunha de um corredor que partilha do gosto do autor.

Testemunho em vídeo: