Clarice Lispector: todos os contos

lispector todos

Todos os Contos

de Clarice Lispector

Anúncios

Clarice Lispector: A Descoberta do Mundo

lispector descoberta

Clarice Lispector (bio)

A descoberta do mundo

livro de crónicas

«Escrevia acerca dos filhos, dos amigos, das empregadas, da sua infância, das viagens, de tal forma que A Descoberta do Mundo, uma colectânea com os artigos que escreveu nas suas colunas, publicada postumamente, pode considerar-se quase uma autobiografia

Benjamin Moser, em Clarice Lispector, Uma Vida

O jornal Público publicou algumas destas crónicas. Experimenta este.

Machado de Assis

memorias_postumas_de_bras_cubas

 

Publicado primeiramente como folhetim na Revista Brasileira, em 1980, foi editado como livro em 1881, “Memórias póstumas de Brás Cubas” é um dos mais famosos romances de Machado de Assis e um marco fundamental  na literatura brasileira.

Narrado por uma personagem, Brás Cubas, o autor das memórias mas já falecido (daí o título algo absurdo: “memórias póstumas”), o livro aborda as experiências de um filho de uma família abastada da elite brasileira do século XIX que, ironicamente e interpelando o leitor, vai retratando o Rio de Janeiro da sua época. Por isso, é considerado por muitos o introdutor do Realismo no Brasil. Porém, a narrativa também contém ainda traços romanescos nas paixões e amores frustrados do protagonista, aqui e acolá aparecem apontamentos fantasiosos sob a forma de delírios, servidos de um humor cáustico que o afasta do “cânone” naturalista.

Esta obra foi bastante inovadora, pelo tom cáustico e o novo estilo adoptados, bem como pela conteúdo temático até então inédito no Brasil, quer nos assuntos tratados, quer no tom crítico com que retrata a escravatura, as diversas classes sociais, entre outros.

Rubem Fonseca: O que é preciso ter para ser escritor

 

Um mestre:

Rubem Fonseca: O que é preciso ter para ser escritor

(vídeo)

Rubem Fonseca andou, falou, sorriu, citou, encolheu-se e libertou-se e deixou, para quem quis ouvir e seguir-lhe o conselho, os seus cinco mandamentos: loucura, alfabetização, paciência, motivação e imaginação.

(artigo JL)

A Biblioteca tem na sua coleção exemplares das seguintes obras do autor:

Diário de um fescenino.
Porto : Campo das Letras , 2003. , 205 [5] p. ; 21 cm. 972-610-712-1

A grande arte : romance.
1.ª ed. Porto : Campo das Letras , 2007. , 322, [1] p. ; 24 cm. 978-989-625-196-3

O seminarista.
1.ª ed. Porto : Sextante , 2010. , 129 p. ; 24 cm. 978-989-676-023-6

 

Na Biblioteca Municipal há os seguintes exemplares:


O doente Molière.
1ª ed. Porto : Asa , 2002. , 142, [2] p. ; 21 cm. 972-41-2757-5

A confraria dos espadas.
1ª ed. Porto : Campo das Letras , 2001. , 129, [4] p. ; 21 cm. 972-610-306-1

Agosto.
2ª ed. Lisboa : Dom Quixote , 2003. . 972-20-1629-6

Histórias de amor.
1ª ed. Porto : Campo das Letras , 1999. , 131 p. ; 21 cm. 972-610-176-X

E do meio do mundo prostituto só amores guardei ao meu charuto.
1ª ed. Porto : Campo das Letras , 1999. , 98 p. ; 21 cm. 972-610-175-1