Amin Maalouf, outro olhar das cruzadas

AsCruzadasVistasArabes-frente

 

Num texto que toma como ponto de partida as fontes coevas e, pormenor importante, exclusivamente árabes, Amin Maalouf constrói uma história das cruzadas vista de uma perspetiva a que raramente temos acesso, pois só nos foram dadas a ler as histórias das cruzadas do ponto de vista ocidental. Como afirmou Alain Decaux: «Interessa comprovar que as versões orientais e ocidentais não coincidem de todo. Nós escrevemos a nossa própria visão; durante esse tempo, eles escreveram a deles. É por isso que esta nova história das cruzadas não se parece com nenhuma outra.»
Texto cativante, que mescla o tom da crónica contemporânea com a mestria estilística do autor, As Cruzadas Vistas pelos Árabes apresenta-nos uma perspetiva que não é habitual, mas não menos empolgante.

FASCISMO E COMUNISMO

FASCISMO E COMUNISMO

FASCISMO E COMUNISMO

 Ernst Nolte e François Furet

Dois grandes historiadores propõem neste livro uma leitura não convencional da história do século XX partindo de um acontecimento fundador, a guerra de 1914, e dos elos que unem as três grandes «tiranias» do século — o fascismo, o nazismo e o comunismo. Trata-se de compreender e de explicar o estranho fascínio que esses movimentos ideológicos e políticos exerceram ao longo de todo o século. Ernst Nolte faz incidir o foco sobre o fascismo, Furet sobre o comunismo. E ambos analisam a interdependência dos dois campos. Primeiro, sob o ângulo das ideias, o que os leva a estudar a forma como a democracia se vê dilacerada entre o universal e o particular. Depois, sob o ângulo das paixões, com a hostilidade recíproca que opõe fascismo e comunismo, mas que, ao mesmo tempo, alimenta a sua força ideológica (força essa que, de certa forma, ambos irão utilizar contra o mundo burguês e liberal). E, finalmente, sob o ângulo dos regimes, comparando-os e interrogando-se sobre a especificidade dos seus crimes.

Oficina Didática de Ciências Humanas

2013-09-25_1459

(clicar na imagem para aceder ao sítio)

A ClioESE – Oficina Didática de Ciências Humanas – da Escola Superior de Educação do Politécnico do Porto, constitui um projeto de investigação no âmbito da Educação para as Ciências Humanas, com especial ênfase na Educação Histórica e nas áreas científicas da Geografia, da Antropologia e da Etnografia.

Desenvolve um trabalho que procura servir o universo do Ensino Básico, através de uma comunidade virtual de prática.

Esta entidade organiza, produz e divulga instumentos pedagógico-didácticos e artigos de carácter científico apropriados aos conteúdos leccionados no Ensino Básico.

Através do seu sítio, partilham materiais e recursos de todos aqueles que queiram contribuir para a base de dados.

Endereço electrónico para contactos: oficina.didactica.ch@gmail.com