Ciclo de Cortos en Lengua Castellana – Balanço

No âmbito da disciplina de Espanhol e em colaboração com as bibliotecas do Agrupamento, entre 25 de janeiro e 4 de fevereiro, desenvolveu-se a atividade “Ciclo de cortos en lengua castellana”, que envolveu os alunos da disciplina durante as atividades letivas, assim como os alunos que frequentaram a biblioteca durante a hora de almoço e intervalos.

Durante estes dias, foram projetadas várias curtas-metragens premiadas ou selecionadas para os Prémios Goya nas bibliotecas da Escola Básica n.º 2 da Pampilhosa, da Escola Básica n.º 2 da Mealhada e da Escola Secundária da Mealhada.

Estiveram, ainda, em exposição biografias sobre vários atores conhecidos da atualidade e obras literárias de autores hispânicos, bem como filmes, panfletos e mapas de cidades espanholas.

Os filmes escolhidos abordaram temáticas no âmbito da solidariedade e do respeito pelo outro, o consumismo e a ética, e a influência do uso das novas tecnologias no contacto humano, tendo constituído uma oportunidade para trabalhar conteúdos da disciplina fora da sala de aula.

Desta forma, esta atividade foi uma oportunidade não só de motivação dos alunos para a aprendizagem da língua castelhana e dar a conhecer o festival de cinema Prémios Goya, como contribuiu para despertar para o prazer de ver cinema e promover esta forma de arte enquanto instrumento de expressão e de diversidade cultural.

Ciclo de Cortos: “El vendedor de humo”

el vendedor

El vendedor de humo.

Ano: 2012

Género: animação

Realizador: Jaime Maestro

Sinopse: Um jovem vendedor ambulante chega a uma pequena cidade para comercializar um produto bem incomum. Inicialmente, ninguém lhe dá atenção por não entenderem o que está a vender. Quando descobrem, o seu baú começa a ficar cheio de moedas, mas ninguém imagina que ele possui um grande segredo.

Vencedor da categoria “Melhor Curta-Metragem de Animação” nos Prémios Goya 2013

Para saber mais: (+)

Grupo Disciplinar 350 – Espanhol

Ciclo de Cortos: “La leyenda del espantapájaros”

la-leyenda-del-espantapajaros

La leyenda del espantapájaros

Ano: 2005

Género: animação

Realizador: Marco Besa

Sinopse: Era uma vez um espantalho amável e solidário, mas que os corvos temiam pelo seu aspeto ameaçador. Sentia-se sozinho, pelo que decide mudar de vida. Será que consegue ser aceite?

Nomeado para a categoria “Melhor Curta-Metragem de Animação” nos Prémios Goya 2005

la leyenda del espantapájaros 1

Grupo Disciplinares 350

Ciclo Cortos: “Diez minutos”

diez 1

Diez minutos

Ano: 2004

Realizador: Alberto Ruiz Rojo

Protagonistas: Gustavo Salmerón e Eva Marciel

Género: drama

Enrique contacta o serviço de apoio ao cliente da empresa de telecomunicações do seu telemóvel. É atendido por Nuria, a assistente da operadora. Enrique só tem dez minutos para convencer Nuria a fornecer-lhe um número que fora marcado no seu telemóvel. Dependerá dessa informação para recuperar ou perder o amor da sua vida.

Nomeado para o Prémio “Melhor Curta-Metragem de Ficção nos Prémios Goya 2005

diez 2

Grupo disciplinar 350 – Espanhol

Ciclo Cortos: “Cuerdas”

cuerdas

Cuerdas

Ano: 2013

Realizador: Pedro Solís García.

Género: animação

Sinopse: Esta curta-metragem debruça-se sobre a relação de amizade entre a pequena Maria e seu colega de orfanato Nicolás. A menina, ao contrário dos demais colegas, que preferem manter distância do recém-chegado, logo se aproxima e passa a incluí-lo em todas as brincadeiras, fazendo as adaptações necessárias para que o amigo também se possa divertir.

Vencedor “Melhor Curta-Metragem de Animação” nos Prémios Goya 2014.

Grupo 350 – Espanhol

Ciclo Cortos: “Anónimos”

anonimos_foto_6

Anónimos

Ano: 2011

Realizador: Félix Llorente

Protagonistas: María Pedroviejo e Daniele Defranceschi

Género: comédia romântica

Sinopse: “Anónimos” conta com humor uma história com várias coincidências. Entre as mais de 400 pontes que há em Veneza e um monumental labirinto de ruas e canais, duas pessoas procuram-se. O seu único contacto faz-se através do telemóvel. Não é fácil, pois há milhares de pessoas de um lado para o outro, centenas de ruas parecidas e até com o mesmo nome. Mas porque é que estas duas pessoas se procuram? Conseguirão encontrar-se?

Nomeado para a categoria “Melhor Curta-Metragem de Ficção” nos Prémios Goya 2012.

anonimoscaratula-320x457

Grupo disciplinar 350 – Espanhol