BE do Agrupamento apresentam projeto em Tondela.

13263789_10208037561489852_2956424486759580269_n

 

No passado dia 21 de maio, o professor bibliotecário Pedro Semedo proferiu uma comunicação sobre o projeto “Levar o livro eletrónico à sala de aula” no Encontro da Rede de Bibliotecas de Tondela – “Bibliotecas Inclusivas: novas literacias, novos leitores”

Esta comunicação foi integrada num painel denominado “Práticas (e-)literárias e aprendizagem móvel“, em que foram apresentadas outras três experiências: “Conhecimento à mão – cidadania.com TIC“, da AE de Tondela Cândido Figueiredo, “DigiLer“, do AE de Nelas, e “Projeto letrinhas“, do AE Artur Gonçalves de Torres Novas. Foi muito interessante a partilha de experiências que resultou destas comunicações, uma vez que o âmbito geral destes projetos são coincidentes na utilização de dispositivos móveis em ambiente escolar.

Chamamos especial atenção para o “Projeto letrinhas” que consiste no desenvolvimento de uma plataforma digital, em colaboração com o Instituto Politécnico de Tomar, que visa ajudar os docentes que lecionam os dois primeiros anos de escolaridade a fazer o apoio a alunos com problemas de aprendizagem do Português. Para já, estes recursos só estão disponíveis para o Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves de Torres Novas, mas tem potencial para se estender futuramente a todos os que ensinam a Língua Portuguesa a crianças com problemas de aprendizagem.

No Encontro houve mais temas desenvolvidos: no dia 20, a coordenadora nacional da RBE, Dr.ª Manuela Silva desenvolveu o tema “Bibliotecas Escolares: um presente com futuro – novos desafios” a abrir os trabalhos. Seguiu-se o painel um, “Bibliotecas e leitores do séc. XXI: do livro ao digital“, com a participação de Bruno Eiras, das bibliotecas de Oeiras, com a comunicação “As leis de Ranganatham ou a leitura digital nas Bibliotecas Municipais de Oeiras“, de Daniel Catalão, conhecido profissional da RTP, com “O guardador de bits: quando estás a ler zeros e uns sem saber” e Isabel Alçada, investigadora da Universidade Nova de Lisboa, com “Bibliotecas Digitais”.

No painel dois, “Desafios XXI: leitores e leituras na era das literacias digitais“, Carlos Pinheiro, professor bibliotecário premiado, especialista em livros eletrónicos da Rede de Bibliotecas Escolares e nosso “guru” no projeto que desenvolvemos no nosso Agrupamento, desenvolveu o tema “Narrativas transmédia e formação de leitores”, Melissa Gama, da Fundação Francisco Manuel Santos, divulgou a “Pordata Kids: literacia estatística para os mais novos”, Paulo Garcez, da Fundação PT, apresentou “O contributo das TIC nos processos de aprendizagem” e Bernardo Mata, da EMEPC (Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental), transmitiu “Desafios para o séc. XXI: sustentabilidade ambiental num projeto aLer+ – os recursos do Kit do Mar“.

13239419_2224428944364472_217345197613286147_n

A sessão com Richard Towers

Na passada quarta-feira, dia 13 de novembro, o escritor Richard Towers, pseudónimo de Martinho Torres, fez uma sessão de apresentação da sua obra perante as turmas dos 10.º B e D e 11.º A da Escola Secundária da Mealhada, acompanhadas pelas respectivas professoras de Português.

DSCN0619

Estiveram presentes também as nossas colegas bibliotecárias da Biblioteca Municipal da Mealhada, Gisela Ferreira e Vera Martins.

??????????

O autor apresenta uma proposta interessante de objeto híbrido, tendo por base o livro. Assumindo-se como escritor profissional, escreve histórias cujos temas que sugerem objetos com os quais fazem conjunto: um livro sobre o tempo que também é um relógio, outro livro que traz um espelho e que se pode pendurar numa parede, um tabuleiro de xadrez, dentro de uma caixa, contendo o livro que conta uma história sobre um jogador de xadrez.

DSCN0608

Durante a sessão foram lidos 5 textos por alunos, acompanhados pela execução de peças musicais numa guitarra da autoria de Towers, que também é músico.

??????????

Vários alunos pediram o contacto da editora NEOMA para poderem adquirir os livros, de tal forma consideraram o conceito interessante. A distribuição comercial destes livros sofreu uma série de contratempos, mas basta um contacto através do correio eletrónico para se estabelecer o contato com o autor.

??????????  DSCN0583 DSCN0607 ?????????? DSCN0620

Richard Towers na ESM

Diapositivo1

Imagine um livro que é também um relógio, um espelho ou um jogo de xadrez. Agora, associe a história ao seu objeto e atribua um título a cada um dos livros. Esse é o desafio que nos propõe Richard Towers, criador do Livro-Objeto, um conceito que já foi reconhecido pela SIC Notícias, pelo Diário de Notícias e pelo Jornal de Notícias como uma das cinco melhores ideias nacionais no campo da inovação e que distinguiu Richard Towers como um dos mil portugueses mais promissores e engenhosos da atualidade.

Venha descobrir a sua história e as histórias dos seus livros, na nossa Escola, num encontro que terá leituras (pelos alunos) e música (pelo autor).

Não perca!