Cidadania Digital – SeguraNet

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

A equipa das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas da Mealhada, com a iniciativa e colaboração da professora Cristina Carrilho, organizaram uma atividade no âmbito da formação “Cidadania Digital“- projeto da SeguraNet, no dia 27 de fevereiro de 2019 (4ª feira), de manhã, no Cineteatro Messias.

Estiveram presentes cerca de 220 alunos das turmas do 2.º ciclo (5.º e 6.º anos) e do 7.º ano da Escola Básica n.º 2 da Mealhada.

A SeguraNet tem como missão promover a navegação segura, crítica e esclarecida da Internet na comunidade educativa. É da responsabilidade da Direção–Geral da Educação/Equipa de Recursos e Tecnologias Educativas. Faz parte integrante do consórcio público-privado Centro Internet Segura, em parceria com a Fundação para a Ciência e Tecnologia, o Instituto Português do Desporto e Juventude e a Microsoft Portugal, que, por sua vez, decorre no âmbito do Safer Internet Programme da Comissão Europeia.

Intervieram na sessão

  • o Sr. Diretor do Agrupamento de Escolas da Mealhada, Dr. Fernando Trindade
  • dois membros da Guarda Nacional Republicana, adstritos ao programa Escola Segura, o Cabo Chefe Marques e a Guarda Principal Jerónimo;
  • a nossa Coordenadora Interconcelhia das Bibliotecas Escolares, Dr.ª Helena Duque e
  • a Doutora Maria José Loureiro e o doutorando Filipe Moreira, da Universidade de Aveiro.

Por razões de agenda o Sr. Vice-Presidente da Câmara Municipal, Dr. Guilherme Duarte, não conseguiu estar presente, mas agradecemos muito a disponibilidade com que nos cedeu o espaço e colaborou na organização. Também agradecemos muito aos funcionários do Cineteatro, nomeadamente ao Sr. Ivo Fernandes.

O objetivo desta atividade foi a de promover a segurança na navegação na Web.

Muitos estudos apontam que há muita imprudência na forma como se navega na Internet e interessa alertar o público, em geral, e o escolar, em particular, para o problema. Não foi intenção exagerar os perigos, juntando-nos às vozes sensacionalistas que também poluem certa informação sobre o tema e que contribuem para a insegurança. Por isso, os intervenientes são pessoas bem conhecedoras do tema, com vasta experiência na parte pedagógica e saber na parte mais tecnológica.

Foi importante a presença dos elementos da GNR, uma vez que consideramos importante enfatizar o seu papel protector das populações. Trata-se de um recurso a quem os alunos podem recorrer em caso de se defrontarem com problemas graves. Este corpo de segurança, embora não tenha os meios de resolver, é um elemento de proximidade que coloca os serviços competentes e equipados, a Polícia Judiciária, a tratar do assunto.

A Dr.ª Helena Duque veio representar a Rede de Bibliotecas Escolares e demonstrar como as BE têm um papel a desempenhar nesta matéria e a forma como estão muito envolvidas.

Da Universidade de Aveiro, vieram a Doutora Maria José Loureiro, licenciada em Ensino de Francês e Português, mestre e doutorada em Didática e Tecnologia Educativa e com larga experiência na apresentação do tema tratado nesta sessão, tendo já participado em ações do género neste Agrupamento em anos anteriores, e o doutorando Filipe Moreira. Através de uma comunicação muito dinâmica, com interpelação constante aos alunos e até com um contributo dos elementos da GNR, transmitiram as recomendações mais importantes, utilizando material audiovisual que muito impressionou os alunos.

Os objetivos foram plenamente atingidos.

Anúncios

Cidadania e BE- Pensar e intervir

CIDADANIA | NOVO SÍTIO

A Rede de Bibliotecas Escolares, em conformidade com as prioridades para o ano letivo e  assumindo o desígnio, inscrito na Carta do Conselho da Europa sobre a Educação para a Cidadania Democrática e a Educação para os Direitos Humanos de transformação da sociedade por via da educação de cada cidadão,

(web | pdf ING | pdf PT),

criou um sítio em linha:

cidasdania

que poderá ser da melhor utilidade, reforçando o papel da biblioteca escolar no aprofundamento dos conteúdos do currículo e na formação integral das crianças e jovens nos dias de hoje, em convergência com a Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania e o Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória.

O sítio encontra-se em permanente construção.

Todos os contributos são importantes.

 Os conteúdos deste sítio estruturam-se em

três áreas de ação,

nas quais as crianças e jovens são os protagonistas:

  • Dinâmicas educativas ou jogos de aprendizagem promotores de atitudes e comportamentos que favoreçam a tomada de consciência, decisão e intervenção em grupo e no espaço público;
  • Clips ou ações do quotidiano que, não obstante o caráter espontâneo e efémero, podem ajudar ao envolvimento e à intervenção;
  • Notas das escolas, espaço de partilha, pelas escolas, de ações que realizaram na área da cidadania.