De Angola

16003695._UY630_SR1200,630_

 

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

Ruy Duarte de Carvalho nasceu no ano de 1941, em Portugal e naturalizou-se angolano desde a independência de Angola em 1975. Regente agrícola de formação, realizou filmes para a televisão e para o instituto de cinema angolanos, doutorou-se na Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais em Paris, em 1986, em antropologia social e etnologia. A partir de 1987 ensinou antropologia social nas universidades de Luanda em Angola, de São Paulo no Brasil e de Coimbra em Portugal.
Tem publicadas cerca de duas dezenas de livros de poesia, ficção, narrativa e ensaio. Iniciou a sua obra poética com Chão de Oferta (1972). Em 2005 publicou Lavra – poesia reunida 1970/2000. Na ficção, publicou Como se o mundo não tivesse leste (1977), Os papéis do Inglês (2000), Paisagens propícias (2005) e Desmedida (2006). É ainda autor de Vou lá visitar pastores (1999), vasto fresco sobre os kuvale, sociedade pastoril do sudoeste de Angola, e dos ensaios Actas da Maianga. Dizer da(s) guerra(s) em Angola (2003) e A câmara, a escrita e a coisa dita… Fitas, textos e palestras (2008).

Anúncios