Tratar a informação

Nesta fase de um trabalho, o investigador organiza, ordena e hierarquiza a informação recolhida em “estado bruto”, para ser compreendida.

  1. Leitura analítica de todas as informações, ou seja um estudo pormenorizado das diversas contribuições recolhidas e das relações que os diversos elementos encontrados têm entre si.
  2. Método: terá de ser aquele que se apropriar a cada situação. Por exemplo, se tivermos uma série de dados numéricos, aplicar-se-á um método estatístico.
  3. Elaborar uma síntese das informações, através da qual se pode obter uma visão global do resultado da pesquisa. Para realizar a síntese, deve-se concentrar no essencial e excluir o acessório.
  4. Uma visão global só fica completa se se conseguir estabelecer as relações entre os diferentes elementos de informação. De outro modo, os conteúdos apresentados mais não seriam do que um mero enunciado de dados ou de ideias sem relação entre si.
  5. A mensagem formulada a partir da informação tratada deve ser clara e precisa. Para se obter um bom resultado é fundamental que a informação recolhida seja de boa qualidade e que tenhamos aplicado um processo de tratamento dos dados adequado. Uma mensagem confusa e incoerente resulta, normalmente, de um trabalho de recolha de dados de pouca qualidade ou de um trabalho incompetente no tratamento dos dados.
  6. Por fim, resta organizar o resultado da pesquisa.
    • compara o plano do trabalho com os resultados obtidos,
    • valida os aspectos conseguidos,
    • corrige as lacunas e os lapsos,
    • prepara a informação tratada para comunicar.