Extrair a informação

Retirar a informação dos documentos

A partir da consulta dos documentos anteriormente seleccionados, extrai-se a informação de que necessitamos das diferentes fontes de informação.

copy

Neste ponto será importante chamar a atenção de que verificamos, muitas vezes, que os alunos limitam-se a copiar a informação de uma só fonte, normalmente o conteúdo de uma página do primeiro sítio da internet que lhes apareceu. Fazem copiar/colar (copy/paste) e está feito. Muitas vezes nem corrigem a grafia nem anulam as hiperligações do texto original. Este é um péssimo sinal de que o trabalho não tem qualidade e que a pesquisa foi, no mínimo, negligente. Como trabalho de pesquisa vale zero!

Um bom trabalho de pesquisa implica uma procura relativamente exaustiva de diversas fontes de informação. Só assim obteremos uma visão completa e abrangente do tema estudado. Por isso, limitarmo-nos a uma fonte, ou mesmo só a duas ou três, é tornar o trabalho, no mínimo, muito incompleto.

Será fundamental seleccionar a informação pela sua pertinência, escolhendo a que for mais adequada ao tema. Contudo, como o nosso conhecimento do assunto que pesquisamos ainda está longe de estar consolidado, há que ter alguma prudência, nunca destruindo apontamentos ou perdendo a referência da informação rejeitada.

Os documentos devem ser examinados de modo sistemático e analítico.

  • Modo sistemático: significa abordar o material com ordem e método, estudando cada uma das partes em que se divide o tema, cada uma por sua vez.
  • Modo analítico: significa fazer um estudo pormenorizado do material. Através da análise, distingue-se as diversas partes em o tema pode ser dividido e estabelecem-se relações entre elas de maneira a chegar a uma ideia do conjunto.

Síntese

Operação em que, a partir do material devidamente analisado e decomposto nas várias partes, se selecciona os aspectos mais relevantes e compõe-se um todo coerente.

Nesta fase, é muito importante fazer uma avaliação:

  1. da pertinência das informações recolhidas – verificar se são ou não relevantes para a pesquisa.
  2. detectar informações em falta. Caso seja detectada alguma omissão, deve-se aprofundar a pesquisa bibliográfica para suprir as falhas.
Anúncios