Colofão

Colofão ou colofon

No sentido literal do termo, significa o final de um livro.

Colofon

Do grego kolophón, «remate», pelo latim colophonĭu-, «idem».

Era o local onde o escriba, noutros tempos, mas também os monges copistas da Idade Média e na Grécia Clássica, colocavam elementos informativos mais ou menos pormenorizados da obra. O costume continuou nas obras impressas, registando-se o título da obra, o nome do autor, o do tipógrafo ou do livreiro, lugar e data da impressão, além de outros elementos, acabando na marca tipográfica, no final do livro.

Nos livros modernos, é costume registar-se aí os elementos relativos à impressão.

Ver: exposição de colofões

27