O que é um catálogo?

Um catálogo é um instrumento de gestão da informação contida numa biblioteca sob a forma de documentos, seja qual for o seu formato. Contém a apresentação e descrição de cada um dos documentos e pontos de acesso que permitem aceder rapidamente ao conteúdo dos documentos.

O catálogo de cada biblioteca das escolas do Agrupamento de Escolas da Mealhada está integrado no Catálogo Colectivo do Concelho da Mealhada. Reúne a informação dos documentos existentes na Rede de Bibliotecas da Mealhada: as colecções da Biblioteca Municipal, as das Bibliotecas Escolares, a da Biblioteca da Junta de Freguesia da Pampilhosa e a do Bibliomóvel. Trata-se, portanto, de um instrumento que permite verificar que documentos estão disponíveis no Concelho, onde e como lhes aceder.  O sistema, denominado GIB desenvolvido pela empresa LIBWARE, é financiado pela Câmara Municipal e gerido pela Biblioteca Municipal, com a cooperação dos professores bibliotecários do Agrupamento de Escolas da Mealhada.

FUNÇÃO DE UM CATÁLOGO DE AUTORES E TÍTULOS:

  1. Informação sobre uma edição particular: o que se cataloga é uma determinada edição da obra de um autor (ou autores). Quando um autor concebe uma obra, daqui resulta uma versão que é publicada num determinado formato, por exemplo, num livro em papel. A esta publicação damos o nome de edição, que é individualizada através das suas marcas impressas e físicas e registada a partir de determinados elementos uniformes, de acordo com a norma.
    • Muitas vezes, uma obra é novamente publicada, resultando uma nova edição. Neste caso deve-se fazer novo registo, mesmo que nos pareçam iguais. É obrigatório distinguir as diferentes edições, devendo-se repetir o que têm em comum e apontar o que têm de diferente.
    • Não confundir edição com reimpressão. Quando no documento consultado estiver registado que é nova impressão e não nova edição, não se deve fazer nova entrada no catálogo.
  2. Número de edições que existem de uma determinada obra ou documento: acontece com frequência quando, a partir de uma determinada obra concebida por um autor, resultam várias edições: o título é o mesmo, o autor é o mesmo, mas os textos foram impressos a partir de matrizes diferentes e podem conter diferenças entre si, por vezes significas. Um leitor pode pretender consultar as diferentes versões de uma determinada obra e um catálogo pode-lhe dar a informação sobre a sua existência na colecção da biblioteca consultada.
  3. Toda a produção de um referido autor existente numa biblioteca: da mesma forma, um catálogo deve ser organizado de forma a que um leitor possa recuperar a informação de toda a obra de um determinado autor.

Do ponto de vista tecnológico, estas tarefas são perfeitamente viáveis, bastando saber utilizar um catálogo de forma eficaz.

Para  a primeira função não se levantam problemas de maior, mas para as segunda e terceira funções um leitor só terá a possibilidade de obter a informação se o serviço de catalogação trabalhar de acordo com as normas. Estas exigem que se faça o CONTROLO DE AUTORIDADE, determinando-se a FORMA ELEITA ou RUBRICA UNIFORME. 

digital006 (2)

UM CATÁLOGO CONTÉM DOCUMENTOS?