Notação e exemplos

NOTAÇÃO E EXEMPLOS

Uma notação é uma convenção de escrita. Significa que há regras previamente determinadas e impostas todas as vezes que fizermos uma operação deste género e que o seu objectivo é organizar um sistema de escrita. Traduz-se, na prática, num sistema de símbolos usado numa classificação.

No caso da Classificação Decimal Universal utiliza-se essencialmente números numa estrutura decimal (notação decimal), além de sinais de pontuação e letras do alfabeto como auxiliares.

A notação é expressa de forma hierárquica e sintáctica: a extensão do número exprime até que ponto se explorou hierarquicamente a classe – quando uma notação exibe um conjunto extenso de símbolos e sinais de pontuação significa que se especificou de forma mais profunda o tema. Por exemplo, se estivermos perante uma edição de um romance escrito por um autor brasileiro e aplicarmos a notação 82 (literatura) o documento não foi classificado com um grau de especificação que permita distingui-lo de outro tipo de literatura. Com uma notação 821.134.3-31(81) já temos um grau de especificidade satisfatório:

  • 821 – literatura,
  • 821.134.3 – literatura em língua portuguesa,
  • 821.134.3-31 – literatura em língua portuguesa no género literário romance (auxiliar especial de género literário: -31) e
  • 821.134.3-31(81) – acrescentamos um auxiliar de lugar que representa Brasil (81).

Desta forma damos a informação com rigor do assunto que trata o documento.

O grau de especificação depende do tipo de acervo e do público que um serviço de documentação serve. Numa biblioteca especializada, universitária, por exemplo, em que o nível de exigência dos leitores habituais é grande, espera-se de um serviço de documentação uma classificação muito mais exaustiva do que o de uma biblioteca escolar, sobretudo se o público desta tiver um nível etário baixo. Um público constituído por cientistas especializados terá, em princípio, expectativas mais elevadas na resposta dos serviços às suas pesquisas bibliográficas do que um público com características mais generalistas.

Por vezes, certas notações mais parecem “comboios” de algarismos, tal o grau de precisão que exibem.

Cada notação representa um tema.

Se o tema de que um documento trata tiver um âmbito muito geral, poderá bastar uma notação com um, dois ou três algarismos. Mas se o assunto for muito específico, a notação deverá conter muitos algarismos e, por vezes, letras e outros símbolos.

A colocação de um ponto após o terceiro algarismo é uma mera convenção (000.000.000).

Exemplos de notação:

1. Tema:

romance de literatura portuguesa do século XX.

Notação CDU:

821.134.3-31″19″

  • Literatura integra-se na classe 8, é um tema subordinado (subtema ou subclasse) com a notação 82.
  • A seguir vem literatura portuguesa que é 134.3 (língua portuguesa expressa-se pelo auxiliar de língua =134.3). Temos, portanto, literatura portuguesa.
  • Depois ainda temos “romance” enquanto género literário, cujo auxiliar de género literário se exprime com o elemento -31 (narrativa, romance; se fosse poesia seria -1 e se fosse teatro seria -2; se fosse contos seria -34).
  • Por fim, a parte da notação referente ao século, “19”, através de um auxiliar de tempo.
  • Se fosse um romance de um autor brasileiro em língua portuguesa do século XX poderia ser 821.134.3-31(81)”19″

Assim podemos obter um “comboio” de algarismos e símbolos aparentemente ininteligível, mas que, com o conhecimento da tabela de classificação e alguma prática, torna-se lógico e fácil de entender.

2. Tema:

desenvolvimento físico dos adolescentes.

Notação CDU:

612.66-053.6

  • Salvo melhor opinião, consideramos que este assunto será próprio da medicina. O tema “medicina” está integrado na classe 6. Esta classe 6 abrange um conjunto de assuntos muito diversos, a das denominadas “ciências aplicadas”. Inclui, todas as tecnologias e as engenharias, entre outros.
  • A notação de “medicina” é 61 (deve ler-se seis um e não sessenta e um).
  • Podemos e devemos não ficar por aqui. Esta subclasse é vastíssima e contém numerosíssimos subtemas. Temos, portanto, de ser mais específicos. Consultamos a tabela e descobrimos que podemos acrescentar à notação mais um algarismo, ficando 612, que se refere a “fisiologia, fisiologia humana e comparada”.
  • No entanto, não podemos estar satisfeitos porque essa notação não coresponde exactamente ao tema do livro. A notação 612.6 refere-se a “reprodução, crescimento e desenvolvimento” dentro do tema mais geral da fisiologia e 612.66 refere-se à “influência da idade nos vários processos fisiológicos”
  • A notação 612.661, porém, refere-se ao tema “puberdade”, que é apenas uma parte do assunto mais geral “desenvolvimento físico dos adolescentes” e já não representa, a nosso ver, o tema da publicação classificada. Na nossa opinião, ficaríamos com a notação 612.66.
  • Nas tabelas auxiliares comuns de pessoas e características pessoais podemos ir buscar o elemento que especifica a quem nos referimos concretamente. O signo -053.6 representa “Jovens. Adolescentes. Teenagers”, que corresponde ao tema. Por esta razão,  podemos acrescentar esta notação auxiliar à notação principal:
    • 612.66-053.6

3. Tema:

Sismologia nos Açores

Notação

550.34(469.9)

  • –Classe 5 (Ciências naturais)
  • –Subclasse 55 (Geologia)
  • –Subclasse: 550 (Ciências auxiliares da Geologia)
  • –Subclasse: 550.3 (Geofísica)
  • –Subclasse: 550.34 (Sismologia)
  • Nas tabelas dos auxiliares comuns de lugar, Portugal é representado por (469) e Açores por (469.9)

Sismologia é um ramo do conhecimento que está inserida hierarquicamente na disciplina de Geofísica, considerada uma ciência auxiliar da Geologia, que é uma ciência natural, pertencente à classe 5.

Se a nossa biblioteca fosse um serviço de uma Faculdade de Ciências, a notação teria muito mais algarismos porque reflectiria uma especificação do tema mais exaustiva.

4. outros exemplos com combinações:

  • 005.31:519.83 Aplicação da teoria dos jogos em investigação operacional
  • 005.91-051 Pessoal de escritório em geral
  • 005.91:82-6 Correspondência de escritório
  • 013:32(430) Bibliografias de políticos germânicos
  • 016:011 Bibliografias de bibliografias gerais
  • 016:087.5 Bibliografias de publicações infantis
  • 016:34(05) Bibliografías de jornais de direito
  • 016:929 Biobibliografias
  • 06.05NOBEL:172.4 Prémio Nobel da Paz
  • 069(1-21) Museus municipais
  • 069(1-4) Museus nacionais. Museus estatais
  • 069:5 Museu de ciências puras
  • 069:7 Museu de arte. Galeria de arte
  • 069:929 Museus biográficos
  • 1(091) História da filosofia
  • 1(3) Filosofía antiga
  • 233-1 Teoria e filosofia do Hinduísmo. Teologia hinduísta
  • 233-13 O divino. Brahma. Ser absoluto
  • 233-14 Deus(es) e Deusa(s): Devi. Ganesh. Kali. Shiva. Vishnu
  • 233-23 Textos sagrados: Sruti. Vedas. Samhitas. Upanishads. Vedanta. Sutras
  • 233-5 Culto no Hinduísmo. Prática ritual
  • 233-523 Templos hindus
  • 233-56 Festas religiosas. Dias santos: Divali. Durga puja. Holi
  • 24-1 Teoria e filosifia do Budismo. Natureza do Budismo
  • 24-17 A visão budista do universo. Cosmologia
  • 24-23 Livros sagrados budistas. Escrituras. Textos religiosos
  • 24-24 Cânon Páli (cânon da tradição Theravada). Tipitaka. O Triplo Cesto de Flores
  • 24-31 Buda. Gautama Buda. Adi Buda
  • 24-36 Santos. Bodisatvas. Iluminados
  • 24-4 Actividades religiosas budistas. Prática religiosa budista
  • 24-5 Culto budista em geral. Rituais e cerimónias budistas
  • 24-523 Templos budistas
  • 24-72 Pessoas no budismo: samgha, discípulos, ‘sacerdócio’, upasaka
  • 24-78 Organizações budistas. Sociedades e associações budistas. Ordens monásticas
  • 27-1 Teologia cristã
  • 27-14 Deus. Compreensão cristã de Deus
  • 27-23 Textos sagrados. Bíblia: Antigo Testamento, Novo Testamento
  • 27-31 Jesus Cristo. Cristologia. Sagrada Família. José. A Virgem Maria
  • 27-36 Santos cristãos
  • 27-46 Actividades pastorais. Teologia pastoral: Caridade cristã, voluntariado
  • 27-47 Educação cristã
  • 27-523 Edifícios das igrejas cristãs. Santuários. Catedrais
  • 27-55 Sacramentos. Ritos de passagem. Baptismo. Casamentos. Funerais
  • 27-56 Festas e festividades. Festas cristãs. Calendário cristão. Natal. Quaresma. Páscoa. Dia de Todos-os-Santos
  • 27-72 Clero. Ministros cristãos: arcebispos, bispos, padres, vigários
  • 28-1 Teologia islâmica
  • 28-14 Alá. Deus. Compreensão islâmica de Deus
  • 28-23 Textos sagrados. Corão (Qur’an)
  • 28-31 Maomé (Muhammad) o Profeta
  • 28-46 Actividades pastorais. Sadaqah
  • 28-47 Educação islâmica
  • 28-523 Mesquita. Centro principal do culto
  • 28-55 Ritos de passagem. Circuncisão (Bismillah). Casamentos. Wallimah. Funerais
  • 28-56 Calendário muçulmano. Festas e festividades: Muharram, Mawlid al-Nabi, Laylat al-Mi’raj, Ramadão
  • 28-72 Pessoas no islamismo: estudantes, professores, eruditos, líderes, ulama, mulá, imame, khatib
  • 305-055.1 Estudos do género masculino
  • 305-055.2 Estudos do género feminino. Mulheres e sociedade
  • 308(430)”17″ Situação social da Alemanha no século XVIII
  • 316:61 Sociologia médica
  • 51(091) Históri329(410)LAB Partido Trabalhista do Reino Unido
  • 329(430)SPD Partido Social-Democrata da Alemanha
  • 329(73)DEM Partido Democrata dos Estados Unidos da Américaa da matemática
  • 34(091) História do direito
  • 34(3/9) Sistemas legislativos de países específicos
  • 340.6:61 Medicina legal
  • 346.7:66 Regulamento da indústria química
  • 349:711 Leis sobre planeamento territorial
  • 351:69 Administração da construção de edifícios
  • 366-053.2 Crianças como consumidores
  • 366-058 Consumidores segundo a classe social e as circunstâncias familiares
  • 37.07:005.95/.96 Gestão de pessoal nas instituições de ensino
  • 543:553 Análise dos depósitos de minérios e minerais
  • 543:615.3 Análise dos medicamentos segundo a sua origem
  • 543:662.6 Análise dos combustíveis
  • 544.6:544.5 Fotoelectroquímica
  • 544.6:57 Bioelectroquímica
  • 55(1) Geologia regional (em geral)
  • 56:579 Micropaleontologia
  • 56:581 Paleobotânica
  • 56:582.29 Paleontologia de Lichens ( fosseis )
  • 56:591 Palaeozoologia
  • 56:598.192 Paleontologia de dinossauros ( fosseis)
  • 572.9(=011) Antropogeografia dos grupos de ascendência continental europeia
  • 572.9(=1/=8) Antropogeografia dos grupos linguísticos, culturais e étnicos
  • 582.29:581.1 Fisiologia dos líquenes
  • 591.9(26) Fauna marinha
  • 62-8 Máquinas segundo a natureza da força motriz, da…
  • 622.3:553.9 Extracção de minerais carboníferos, hidrocarbonetos
  • 623.4:629.36 Veículos com lagartas. Tanques, carros de combate
  • 606:61 Aplicações médicas. Terapia genética
  • 606:628 Aplicações na engenharia de saúde pública. Água potável. Tratamento das águas residuais
  • 613.5(1-21) Higiene das habitações urbanas
  • 613.5(1-22) Higiene das habitações rurais
  • 75PICASSO Quadros de Picasso
  • 730MOORE Esculturas de Henry Moore
  • 741.5:32 Caricaturas políticas
  • 794:004 Videojogos
  • 821.111(540)-1 Literatura inglesa medieval
  • 821.111(540)-3=112.2 Poesia da Índia em língua inglesa
  • 821.111`04 Ficção da Índia em língua inglesa, traduzida ao alemã
  • 821.112.2`04-1 Poesía alemã medieval
  • 821.133.1(091) História da literatura francesa
  • 821.134.2`04.09 Estudos e crítica da literatura espanhola medieval
  • 821.922-1(082) Poesia em Esperanto, antologia
  • 821.111(417) Literatura irlandesa em língua inglesa
  • 821.111(540) Literatura indiana em língua inglesa
  • 821.111(6) Literatura africana em língua inglesa
  • 821.111(71) Literatura canadiana em língua inglesa
  • 821.111(73) Literatura norte-americana em língua inglesa
  • 821.111(94) Literatura australiana em língua inglesa
  • 821.111-1 Poesia Literatura inglesa
  • 821.111-2 Drama Literatura inglesa
  • 821.111-3 Ficção Literatura inglesa
  • 821.111-4 Ensaio Literatura inglesa
  • 821.111-5 Conferências, discursos Literatura inglesa
  • 821.111-6 Correspondência, cartas Literatura inglesa
  • 821.111-7 Humor, sátira Literatura inglesa
  • 821.111.09 Literatura inglesa – crítica
  • 821.111`01-1 Poesia antiga em língua inglesa
  • 821.112.2(436) Literatura austríaca em língua alemã
  • 821.112.2(494) Literatura suíça em língua alemã
  • 821.112.5(493) Literatura belga em língua flamenga
  • 821.133.1(493) Literatura belga em língua francesa (literatura franco-belga)
  • 821.133.1(494) Literatura da Suíça em língua francesa (literatura franco-suíça)
  • 821.133.1(6) Literatura africana em língua francesa (literatura franco-africana)
  • 821.133.1(663) Literatura senegalesa em língua francesa (literatura franco-senegalesa)
  • 821.133.1(71) Literatura canadiana em língua francesa (literatura franco-canadiana)
  • 821.134.2(7/8) Literatura hispano-americana
  • 821.134.2(72) Literatura mexicana
  • 821.134.2(729.1) Literatura cubana
  • 821.134.2(8) Literatura sul-americana em língua espanhola
  • 821.134.2(82) Literatura argentina
  • 821.134.2(83) Literatura chilena
  • 821.134.2(85) Literatura peruana
  • 821.134.2(87) Literatura venezuelana
  • 831.134.2(862) Literatura colombiana
  • 821.134.3(6) Literatura africana em língua portuguesa
  • 821.134.3(81) Literatura brasileira
  • 821.14`02 Literatura grega clássica
  • 821.14`06 Literatura grega moderna
  • 913(100) Geografia regional do mundo
  • 913(2) Geografia das regiões físicas
  • 913(3) Geografia do mundo antigo
  • 913(4/9) Descrição das diversas regiões e países do mundo moderno
  • 913(4) Geografia da Europa
  • 913(41) Geografia das Ilhas Britânicas
  • 913(9) Geografia dos estados e territórios do Pacífico sul , das regiões polares, da Austrália, etc.
  • 94(100) História mundial (soma cronológica dos factos)
  • 94(3/9) História de lugares do mundo antigo e moderno
  • 94(3) História do mundo antigo
  • 94(31) História da China e do Japão antigos
  • 94(32) História do Egipto antigo
  • 94(33) História da Judeia. A Terra Santa. Região dos israelitas: Jerusalém. Nazaré. Belém. Siquém. Jericó
  • 94(34) História da Índia antiga
  • 94(35) História da Medo-Pérsia
  • 94(36) História das regiões dos chamados povos bárbaros: germanos, celtas, eslavos, povos nórdicos, hunos, ávaros
  • 94(37) História de Roma antiga e Itália antiga (até o século V)
  • 94(38) História da Grécia antiga
  • 94(399.7) História das culturas americanas antigas. América pré-colombiana
  • 94(4/9) História dos países e lugares do mundo moderno
  • 94(4) História da Europa
  • 94(5) História da Ásia
  • 94(6) Historia da África
  • 94(7/8) Histórias das Américas
  • 94(9) História dos Estados e territórios do Pacífico sul e Austrália
Anúncios