Murakami, a corrida e a escrita

murakami

Auto-Retrato do Escritor Enquanto Corredor de Fundo
Um livro de memórias

de Haruki Murakami

Tradução: Maria João Lourenço

Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

Em 1982, ao mesmo tempo que abandonava o lugar à frente dos destinos do clube de jazz e que tomava a decisão de se dedicar à escrita, Haruki Murakami começava a correr. No ano seguinte, abalançou-se a percorrer sozinho o trajecto que separa Atenas da cidade de Maratona. Depois de participar em dezenas de provas de longa distância e em triatlos, o romancista reflecte neste livro sobre o que significa para ele correr e como a corrida se reflectiu na sua maneira de escrever. Os treinos diários, a sua paixão pela música, a consciência da passagem do tempo, os lugares por onde viaja acompanham-no ao longo de um relato em que escrever e correr se traduzem numa forma de estar na vida.
Diário, ensaio autobiográfico, elogio da corrida, de tudo um pouco podemos encontrar aqui. Haruki Murakami abre o livro das confidências (e a sua alma) e dá a ler aos seus fiéis leitores uma meditação luminosa sobre esse ser bípede em permanente busca de verdade que é o homem.

Blogue sobre o autor

Crítica no andarilho.net

Testemunha de um corredor que partilha do gosto do autor.

Testemunho em vídeo:

Escola de Barcouço visita a Mata do Buçaco

Nos dias 21 e 22 de novembro, os alunos da Escola de Barcouço visitaram a Mata do Bussaco.

As crianças subiram a mata a pé pela Via Sacra, apreciando as capelinhas construídas pelos monges Carmelitas Descalços há mais de duzentos anos. Observaram, com tristeza, que muitas estátuas foram destruídas por malfeitores. Pelo caminho plantaram gilbardeiras, contribuindo para a renovação das plantas autóctones da floresta. Continuaram o passeio, subindo pelo adernal até à Cruz Alta, de onde avistaram uma paisagem extraordinária.

Esta atividade, dinamizada pela Fundação Mata do Bussaco (Projeto B.R.I.G.H.T.), concretizou-se com a colaboração da Câmara Municipal da Mealhada, e permitiu às crianças conhecer algum do valioso património da Mata, objetivo que se insere nos projetos do Agrupamento de Escolas da Mealhada, A.M.A. Bussaco (Alunos da Mealhada Amam o Bussaco) e Eco-Escola.

(Alunos do 3.º ano da Escola de Barcouço)

Feliz Natal no Scratch

natal scratch

Uma das atividades das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas da Mealhada tem como base de trabalho a aplicação Scratch, cuja animadora é a professora Cristina Carrilho.

A referida aplicação está concebida para ensinar os rudimentos da programação em computador e iniciar qualquer interessado nesta “arte”.

Para o Natal, os alunos envolvidos no projeto “desenharam” um trabalho, demonstrando o que aprenderam num período.

O projeto tem um blogue por onde podemos acompanhar o trabalho dos alunos (clicar na imagem):

scra