BE do Agrupamento apresentam projeto em Tondela.

13263789_10208037561489852_2956424486759580269_n

 

No passado dia 21 de maio, o professor bibliotecário Pedro Semedo proferiu uma comunicação sobre o projeto “Levar o livro eletrónico à sala de aula” no Encontro da Rede de Bibliotecas de Tondela – “Bibliotecas Inclusivas: novas literacias, novos leitores”

Esta comunicação foi integrada num painel denominado “Práticas (e-)literárias e aprendizagem móvel“, em que foram apresentadas outras três experiências: “Conhecimento à mão – cidadania.com TIC“, da AE de Tondela Cândido Figueiredo, “DigiLer“, do AE de Nelas, e “Projeto letrinhas“, do AE Artur Gonçalves de Torres Novas. Foi muito interessante a partilha de experiências que resultou destas comunicações, uma vez que o âmbito geral destes projetos são coincidentes na utilização de dispositivos móveis em ambiente escolar.

Chamamos especial atenção para o “Projeto letrinhas” que consiste no desenvolvimento de uma plataforma digital, em colaboração com o Instituto Politécnico de Tomar, que visa ajudar os docentes que lecionam os dois primeiros anos de escolaridade a fazer o apoio a alunos com problemas de aprendizagem do Português. Para já, estes recursos só estão disponíveis para o Agrupamento de Escolas Artur Gonçalves de Torres Novas, mas tem potencial para se estender futuramente a todos os que ensinam a Língua Portuguesa a crianças com problemas de aprendizagem.

No Encontro houve mais temas desenvolvidos: no dia 20, a coordenadora nacional da RBE, Dr.ª Manuela Silva desenvolveu o tema “Bibliotecas Escolares: um presente com futuro – novos desafios” a abrir os trabalhos. Seguiu-se o painel um, “Bibliotecas e leitores do séc. XXI: do livro ao digital“, com a participação de Bruno Eiras, das bibliotecas de Oeiras, com a comunicação “As leis de Ranganatham ou a leitura digital nas Bibliotecas Municipais de Oeiras“, de Daniel Catalão, conhecido profissional da RTP, com “O guardador de bits: quando estás a ler zeros e uns sem saber” e Isabel Alçada, investigadora da Universidade Nova de Lisboa, com “Bibliotecas Digitais”.

No painel dois, “Desafios XXI: leitores e leituras na era das literacias digitais“, Carlos Pinheiro, professor bibliotecário premiado, especialista em livros eletrónicos da Rede de Bibliotecas Escolares e nosso “guru” no projeto que desenvolvemos no nosso Agrupamento, desenvolveu o tema “Narrativas transmédia e formação de leitores”, Melissa Gama, da Fundação Francisco Manuel Santos, divulgou a “Pordata Kids: literacia estatística para os mais novos”, Paulo Garcez, da Fundação PT, apresentou “O contributo das TIC nos processos de aprendizagem” e Bernardo Mata, da EMEPC (Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental), transmitiu “Desafios para o séc. XXI: sustentabilidade ambiental num projeto aLer+ – os recursos do Kit do Mar“.

13239419_2224428944364472_217345197613286147_n

Vitória de alunos da ESM em Ciências

Competições Nacionais de Ciência 2016

O PmatE é um projeto de investigação e desenvolvimento fundado na Universidade de Aveiro, em 1989,  cuja missão é a aplicação das tecnologias da comunicação e informação (TIC) e o desenvolvimento de conteúdos e eventos para a promoção do sucesso escolar e da cultura científica.

As Competições Nacionais de Ciência (CNC) são o evento pelo qual o PmatE é mais reconhecido.

No passado dia 11 de maio, a Escola Secundária da Mealhada foi representada nestas competições pelos alunos Joana Luís, José Diogo Jesus, Maria Ferreira, Ana Maria Cristina, Nuno Laranjo e Sofia Silva.

A equipa constituída pelos alunos Nuno Laranjo e José Diogo Jesus, obteve um magnífico PRIMEIRO LUGAR na competição “fquest”, num universo de 199 equipas.

A mesma equipa ficou em SEXTO lugar na competição “mat12”, entre 254 equipas.

ESTÃO TODOS DE PARABÉNS!!!

Talentos da Canção 2016

 

A sala do Cineteatro Municipal Messias da Mealhada foi palco da 1.ª edição do espetáculo “TALENTOS DA CANÇÃO 2016”.

O evento decorreu no dia 7 de maio, pelas 21h00, com uma sala repleta de público, cerca de três centenas e meia de pessoas, entre pais, familiares e amigos, professores e dirigentes.

O projeto, uma iniciativa do Grupo de disciplina de Educação Musical do Agrupamento de Escolas da Mealhada, teve como mentora a docente Maria Antónia Mota, apoiado pela Câmara Municipal da Mealhada, e teve como principal objetivo revelar jovens com especiais aptidões artísticas na música, nomeadamente no canto.

Participaram 13 jovens, num total de 11 canções, sendo que 12 jovens frequentam o AEM e uma jovem do AEOB.

O evento contou com a participação da Oficina de Música, da Escola Básica n.º 2 da Mealhada dirigida por Maria Antónia Mota, das bailarinas Ana Baltazar (dança contemporânea) e Carla Zaahirah (dança do ventre), Nádia Meireles (voz), Diana Almeida (voz) e Gonçalo Pato (voz com acompanhamento de guitarra).

O espetáculo propriamente dito iniciou com as boas vindas por parte de Mª Antónia Mota, ao som do tema o Infante, “Deus quer, o Homem sonha, a obra nasce” na voz de Nádia Meireles, seguindo-se a apresentação das vozes dos concorrentes com o tema “Melhor de mim”, de Mariza. Ana Baltasar foi a bailarina.

Foi então a vez de desfilarem os 13 concorrentes, sendo que no final de cada canção os jurados davam o seu parecer. A votação, da responsabilidade dos jurados mas também do público, decorrer de forma tranquila, sendo que no final foi considerada a hipótese de haver um prémio ex-aequeo.

Não faltou o ambiente oriental, uma viagem por ritmos milenares envoltos no mistério da dança do ventre, com a presença de Carla Zaahirah.

A Prof. Maria Antónia Mota, absolutamente exausta porém, visivelmente feliz continua a acreditar nos sonhos e afirma que “estes continuam a ser os espetáculos da minha vida. Já organizei muitos espetáculos mas nunca com esta dimensão. Acho que os meus objetivos foram conseguidos pois esta é a escola onde leciono, que amo incondicionalmente e apesar de todos os contratempos continuo a acreditar que estou aqui por “eles” e é a eles que dedico estes momentos, todos eles sabem que fazem parte da minha vida e o quanto lhes quero bem.

Ver os meus alunos felizes é uma das minhas metas e mais uma vez, no final de uma noite de tantas emoções, sinto que os meus limites foram absolutamente testados”.

Isabel Castro, Presidente do júri referiu que “ Foi uma noite de verdadeira revelação de jovens talentos da nossa Bairrada, que me surpreenderam pela qualidade, responsabilidade e profissionalismo com que souberam pisar o palco….embora pequenos em idade, foram enormes em talento”.

Também Ângela Canas, mãe de Maria Miguel, aluna do AEOB, afirmou “Gostei muito. Os meus sinceros parabéns pois a organização foi excelente”.

No final, a Coordenadora da Escola Básica n.º 2 da Mealhada tomou a palavra, referindo que “atividades destas são de louvar e que todo o trabalho desenvolvido deve ser visto como algo muito positivo na vida dos nossos jovens”.

Também o Vice-Presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Guilherme Duarte pediu palavra para agradecer o momento “em tantos anos este é sem dúvida um dos melhores momentos nesta casa. Devemos apoiar e incentivar os jovens e estas atividades”.

 _______

1.º Prémio

Concorrente n.º 8

Mª Inês Neves Martinho

“Há dias assim” – Filipa Azevedo

_______

2.º Prémio

Concorrente n.º 6

Maria Miguel Tavares

“Writing’s on the Wall” – Sam Smith

_______

3.º Prémio

 Prémio ex-aequo:

Concorrente n.º 11

Matilde Alexandra Sousa Vaz

“Eu sei” – Sara Tavares

e

Concorrente n.º 9

Afonso Miguel Bartolomeu

“Negra como a Noite” – Xutos & Pontapés

 ________

Redacção: Maria Antónia Mota

Aluno do AEM em destaque nas Olimpíadas de Química+

 

jesus

No decorrer da final nacional das Olimpíadas de Química +, no passado dia 7 de maio, na Universidade de Aveiro, o aluno José Diogo da Costa Jesus, da turma 11º A1, foi seleccionado para o grupo de doze alunos que irão frequentar o programa de preparação para as Olimpíadas Ibero-americanas de Química e Olimpíadas Internacionais de Química, em representação de Portugal.

Os elementos seleccionados para a preparação serão sujeitos a provas de mérito da responsabilidade da Universidade de Aveiro. As provas têm como objectivo a escolha dos oito melhores estudantes para comporem as equipas que representarão o país nas referidas competições internacionais.

Olimpíadas de Biologia Sénior 2016

20160504_100402

Jorge Varandas Lindo, José Diogo da Costa Jesus, Alexandre Domingos Correia, Maria Carolina Simões Costa.

A Escola Secundária da Mealhada, em representação do Agrupamento de Escolas da Mealhada, participou nas Olimpíadas de Biologia Sénior 2016. As Olimpíadas Portuguesas de Biologia de 2016 são constituídas por duas categorias: as Olimpíadas Portuguesas de Biologia Sénior, para alunos do 10º ao 12º ano e as Olimpíadas Portuguesas de Biologia Júnior, para alunos do 9º ano.

A competição desenrola-se em três fases, as duas primeiras eliminatórias.

Da Escola Secundária da Mealhada participaram na primeira eliminatória 8 alunos (1 aluno do 11º e 7 do 12º) no dia 6 de Janeiro do corrente ano. Destes, 4 ficaram apurados para a segunda eliminatória, realizada no dia 16 de Maio: José Diogo da Costa Jesus, aluno do 11.º ano, com uma classificação de 25 em 25 pontos possíveis para concorrer para os melhores do 11º ano a nível nacional e 38 em 40 para a classificação geral, Jorge Varandas Lindo, do 12º ano, com uma classificação de 37 em 40, Maria Carolina Simões Costa, do 12º ano, com uma classificação de 30 em 40 e Alexandre Domingos Correia, do 12º ano, com uma classificação de 27 em 40.

Após a realização da segunda eliminatória, dos quatro alunos apurados, o aluno JORGE VARANDAS LINDO encontra-se entre os 50 melhores a nível nacional que irão participar na terceira eliminatória, que se realizará no dia 14 de maio próximo, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, onde se apurarão os 4 primeiros que participarão nas Olimpíadas Internacionais (IBO) em Hanói, Vietname, entre 17 e 23 de julho de 2016. Os alunos classificados entre os 5º e 8º lugar participarão nas Olimpíadas Ibero-americanas de Biologia (OIAB), em Brasília (Brasil), entre 11 e 17 de Setembro de 2016..

 Participaram, ainda, na segunda eliminatória, para os participantes a única, 11 alunos do 10.º ano que concorriam para os 10 melhores a nível nacional, não se encontrando nenhum aluno da ESM nessa posição, sendo, no entanto, de realçar o seu interesse em participar.

 

 

Concurso Nacional de Leitura – fase distrital

IMG_2265

A representação do Agrupamento: Bernardo Almeida, Camila Crispim, Maria Restes, Débora Cruz e o professor António Breda de Carvalho.

O Agrupamento de Escolas de Mealhada participou na fase distrital de Aveiro da 10ª edição do Concurso Nacional de Leitura, organizada pela Biblioteca Municipal Ferreira de Castro, cujas provas decorreram no dia 27 de abril, no Pavilhão Municipal Professor António Costeira, em Oliveira de Azeméis. Os alunos Camila Crispim (9º A), Bernardo Almeida e Maria Restes (9º B) representaram a Escola Básica nº 2 de Mealhada, e a aluna Débora Cruz (10º D), a Escola Secundária.

O Concurso Nacional de Leitura é uma iniciativa de promoção do livro e da leitura organizado em parceria com o Plano Nacional de Leitura, a Direção Geral do Livro, Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), a Rádio Televisão Portuguesa (RTP), o IP Camões, e contou com o apoio da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis.

Participaram nesta fase distrital 255 alunos de 63 escolas dos 16 concelhos do distrito do Aveiro.

No período da manhã, os participantes do 3º ciclo do ensino básico realizaram as provas escritas sobre os livros “A Estrela”, de Vergílio Ferreira, e “A Instrumentalina”, de Lídia Jorge, enquanto as provas do ensino secundário incidiram sobre os romances “Aparição”, de Vergílio Ferreira, e “Emigrantes”, do escritor oliveirense Ferreira de Castro.

À prova oral chegaram cinco finalistas, de cada nível de ensino, tendo sido constituída por um momento de leitura expressiva e outro de compreensão das obras já referidas.

As alunas Margarida Aguiar, da Escola Secundária João Silva Correia, de São João da Madeira (1º classificada em 173 participantes do 3.º ciclo), e Joana Gaspar Ferreira, da Escola Básica e Secundária de Santa Maria da Feira (1.ª classificada do ensino secundário em 82 participantes), foram as vencedoras desta fase distrital. Irão representar o distrito de Aveiro na final do CNL 2015/2016, que decorrerá em Lisboa, entre o final do mês de junho e o início de julho.

Além das vencedoras, o júri escolheu como suplentes as alunas Diana Catarina Marques (3.º ciclo), da Escola Básica Dr. José Pereira Tavares, de Pinheiro da Bemposta, e Diana Sili (ensino secundário), da Escola Secundária de Albergaria-a-Velha.

As grandes vencedoras receberam como prémio um cartão-oferta para utilizar na loja Fnac, no valor de 250 euros, as finalistas suplentes receberam o mesmo prémio mas no valor de 150€, e para os restantes finalistas o valor atribuído foi de 100€. Todos os participantes receberam um certificado de participação e uma pequena lembrança.

A biblioteca em 3D

Numa experiência proposta e desenvolvida pelo nosso colega Luís Pessegueiro, integrado na equipa das Bibliotecas Escolares do Agrupamento, apresentamos uma visão das instalações da biblioteca da Escola Secundária que permite uma visita virtual 3D.

Para realizar este trabalho, o colega Luís Pessegueiro fez mais de 700 fotografias, permitindo uma visão dos livros nas estantes com uma visão bastante aproximada.

Esta experiência será repetida nas restantes bibliotecas do Agrupamento à medida que dispusermos de tempo para tal.

silver

Nota: o navegador web “Google Chrome” ainda não suporta o Silverlight, aplicação em que foi feita esta experiência interactiva. Recomenda-se a utilização dos navegadores Mozilla Firefox e Internet Explorer; também se pode aceder através da aplicação grátis Silverlight. Estranhamente, também não corre no Edge, o novo navegador da MicroSoft.