Mais tablets disponíveis no Agrupamento

As bibliotecas escolares do Agrupamento concorreram ao programa “Ideias com mérito” lançado pela Rede de Bibliotecas Escolares com o projeto “Levar o livro eletrónico à sala de aula”.

Na prática, o projeto centrou-se na utilização de tablets na sala de aula e tem um carácter essencialmente experimental.

Como recurso tecnológico com potencialidades pedagógicas, a introdução dos dispositivos móveis na sala de aula ainda está numa fase de experimentação, com alguns insucessos mas também com bons e frutuosos exemplos em muitos casos.

No ano letivo passado, fizeram-se experiências na Escola  Secundária e na EB 2 da Mealhada e nenhuma delas redundou em insucesso.

Uma das barreiras à sua utilização radica na falta de formação dos docentes e, devido a várias vicissitudes, as sessões marcadas no final do passado ano letivo foram sendo adiadas. Temos a intenção de agendar sessões para o início do segundo período.

Por outro lado, soubemos que correu a ideia de que o projeto seria circunscrito à Escola Secundária. A verdade é que, a conselho da RBE, o primeiro ano seria desenvolvido apenas na Escola Secundária e que no segundo ano, este que agora decorre, seria estendido aos restantes estabelecimentos de ensino do Agrupamento. Por isso, ANUNCIAMOS QUE ESTAMOS ABERTOS A PROPOSTAS DE QUALQUER DOCENTE DO AGRUPAMENTO para atividades que exijam a utilização de tablets.

Também correu entre docentes do Agrupamento a opinião de que seria melhor distribuir os tablets por todas as bibliotecas. O projeto tem como objetivo a utilização dos dispositivos em sala de aula como mais um recurso e esse propósito só tem sentido se houver um aparelho por um ou dois alunos, no máximo. Daí termos optado por aparelhos com SO Android e em número de 15.

A sua utilização livre em biblioteca inscreveu-se numa estratégia de familiarizar os alunos que não têm acesso a esta tecnologia, numa ótica de estabelecer igualdade de acesso aos recursos.

 Adquirimos mais 19 tablets da marca eZee Storex

(Nota: a opção por esta ou outra marca decorre das regras que o Estado impõe para as compras de entidades públicas, uma vez que se tem de ir a concurso e não se pode indicar marcas mas apenas características técnicas)

eZee tabeZee tab2

Advertisements

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s