Duas obras fundamentais de Miguel Esteves Cardoso

mec1

Estes dois livros resultam de crónicas escritas por Miguel Esteves Cardoso na segunda metade da década de 80 do século XX. Para além de serem representantes notáveis do género crónica, cada texto é um pequeno ensaio sobre Portugal e os portugueses.

«Há uma instituição portuguesa que é única no mundo inteiro. É o já agora. Noutras culturas, tratar-se-ia de um pleonasmo. Na nossa, faz parte do pasmo.

O já agora, e a variante popular “Já que estás com a mão na massa…”, significam a forma particularmente portuguesa do desejo. Os portugueses não gostam de dizer que querem as coisas. Entre nós, querer é considerado uma violência. Por isso, quando se chega a um café, diz-se que se queria uma bica e nunca que se quer uma bica. Se alguém oferece, também, uma aguardente, diz-se: “Já agora…”. Tudo se passa no pretérito, no condicional, na coincidência.»

A Causa das Coisas

«Não se pode ter muitos amigos. Mesmo que se queira, mesmo que se conheçam pessoas de quem apetece ser amiga, não se pode ter muitos amigos. Ou melhor: nunca se pode ser bom amigo de muitas pessoas.

Os amigos, como acontece com os amantes, têm de ser escolhidos. Pode custar-nos não ter tempo nem vida para se ser amigo de alguém de quem se gosta, mas esse é um dos custos da amizade. O que é bom sai caro.»

Os Meus Problemas

Dois livros da ignorância.

igno1

Opinião:

“Ando a ler este livro.
Foi um livro que me chamou a atenção pela capa, e que não me desiludiu no conteúdo…
É no fundo um livro de desmistificações, um bocado o “Mythbusters” em formato papel… mais do que isso foca-se em alguns temas que achei fascinantes por estarem tão difundidos.. e no fundo serem falsos.”

 

Exposição no átrio da Escola: “livros que fizeram a História”

SAM_0016 SAM_0005 SAM_0009 SAM_0010

Esta exposição, apresentada pela primeira vez em 2012, da autoria de Maria José Marques, com edição da editora Santillana, é composta por quinze painéis.

A Santillana disponibilizou gratuitamente este recurso educativo à nossa escola, por solicitação da Biblioteca da Escola Secundária da Mealhada.

Cada painel, dedicado a um livro importante, contém conjunto de informação que visa dar a conhecer aquele que terá sido o seu maior contributo, a par da explicitação de alguns factos históricos que poderão ajudar a compreender a época em que os mesmos surgiram, ou que foram influenciados pelo conteúdo dos livros e pensamento dos seus autores.

Divulgação científica: biografias dos “grandes” da ciência.

432_MAIN

Os Génios da Ciência

de Abraham Pais
Gradiva
Sinopse
«Estou a acabar de rever as provas do livro de memórias dos cientistas que conheci», disse-me Abraham Pais em 2000, numa longa entrevista que me concedeu no seu gabinete da Universidade de Rockefeller. «Deve sair agora em língua inglesa, daqui a uns meses. Depois não sei.» Abraham Pais viria a falecer daí a poucas semanas, e este seria o seu último livro. Como se esperava, é um livro excepcional. É uma colecção única de retratos vivos, humanos e esclarecedores, na prosa directa e empolgante de um grande cientista que conheceu de perto todas os vultos extraordinários sobre quem escreve. Além de Einstein, Bohr e muitos outros, aparecem Paul Dirac, o físico taciturno e lacónico, Wolfgang Pauli, famoso pelo seu princípio de exclusão, Mitchell Feigenbaum, criador da teoria do caos, e John von Neumann, um dos matemáticos mais influentes do século. É um relato esclarecedor e em primeira mão que se dirige a todos os que nutrem interesse pelo desenvolvimento da ciência no século XX.»
Nuno Crato

Novo portal de educação: educa.RTP

Um ponto de encontro com o conhecimento

O novo portal de educação da RTP junta vídeos, áudios, fotos, textos e infografias produzidos pelo serviço público de rádio e televisão nos últimos anos. Integra também uma área infantil onde os mais pequenos podem encontrar músicas, jogos e vídeos.

Clicar na imagem para hiperligação
Clicar na imagem para hiperligação