Rubem Fonseca: O que é preciso ter para ser escritor

 

Um mestre:

Rubem Fonseca: O que é preciso ter para ser escritor

(vídeo)

Rubem Fonseca andou, falou, sorriu, citou, encolheu-se e libertou-se e deixou, para quem quis ouvir e seguir-lhe o conselho, os seus cinco mandamentos: loucura, alfabetização, paciência, motivação e imaginação.

(artigo JL)

A Biblioteca tem na sua coleção exemplares das seguintes obras do autor:

Diário de um fescenino.
Porto : Campo das Letras , 2003. , 205 [5] p. ; 21 cm. 972-610-712-1

A grande arte : romance.
1.ª ed. Porto : Campo das Letras , 2007. , 322, [1] p. ; 24 cm. 978-989-625-196-3

O seminarista.
1.ª ed. Porto : Sextante , 2010. , 129 p. ; 24 cm. 978-989-676-023-6

 

Na Biblioteca Municipal há os seguintes exemplares:


O doente Molière.
1ª ed. Porto : Asa , 2002. , 142, [2] p. ; 21 cm. 972-41-2757-5

A confraria dos espadas.
1ª ed. Porto : Campo das Letras , 2001. , 129, [4] p. ; 21 cm. 972-610-306-1

Agosto.
2ª ed. Lisboa : Dom Quixote , 2003. . 972-20-1629-6

Histórias de amor.
1ª ed. Porto : Campo das Letras , 1999. , 131 p. ; 21 cm. 972-610-176-X

E do meio do mundo prostituto só amores guardei ao meu charuto.
1ª ed. Porto : Campo das Letras , 1999. , 98 p. ; 21 cm. 972-610-175-1

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s