Máquinas de lavar roupa e livros

(clicar na imagem)

com legendas

Anúncios

Projecto “Radiação Ambiente”: um 2.º e um 3.º lugares.

A Escola Secundária da Mealhada obteve o 2º lugar, no escalão do Ensino Secundário, e o 3º lugar, no escalão do Ensino Básico, a nível Nacional, no Projecto “Radiação Ambiente”.

No início do ano lectivo de 2010/2011, um grupo de alunos dos 10º e 8º anos e as suas professoras de Físico e Química, Cristina Fernandes e Graça Santos, aceitaram o desafio proposto pelo LIP (Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas), para desenvolver o projecto “Radiação Ambiente”, conjuntamente com cerca de 30 escolas do Ensino Básico e 50 do Secundário.

O grupo de alunos do 10º ano. Da esquerda para a direita:

o José, o Diogo, a Maria, a Rita, a Patrícia, a Mariana e o Rafael.

O grupo de alunos do 8º ano. Da esquerda para a direita:

Mafalda e Pedro, Nádia e Rafaela, Beatriz, Rui, Nuno, Natacha, Cristiana e, lá muito no alto, a Adriana.

XX

Este projecto destina-se à promoção de experiências nas Escolas, envolvendo radiações ionizantes e colocando ênfase no problema do gás radão. Assim, semanalmente e num período combinado entre professoras e alunos (após as aulas) foram realizadas várias experiências, tais como:

Estas experiências foram desenvolvidas pelos alunos com entusiasmo e rigor.

Os resultados, depois de analisados e explorados de acordo com orientações dos promotores do projecto, foram apresentados através de um poster científico, perante um  júri, à comunidade dos restantes participantes e investigadores do LIP, no Encontro Nacional que decorreu em Penacova, no passado dia 30 de Abril.

Para além das actividades experimentais realizadas, os alunos responderam a 3 testes na plataforma Moodle aplicados pelo LIP e construíram uma página na plataforma Moodle do projecto.

Poster apresentado pelos alunos do 10º ano no “IV encontro Nacional do Projecto radiação e Ambiente.

Poster apresentado pelos alunos do 8º ano no “IV encontro Nacional do Projecto radiação e Ambiente.

XX

Os alunos do 10º ano competiram com alunos do 10º, 11º e 12º anos (a desenvolver o projecto no âmbito da disciplina de Área-Projecto); os do 8º ano constituíram o único grupo deste ano de escolaridade a participar no Encontro Nacional, sendo os demais participantes, alunos do 9º ano.

É de destacar, mais uma vez, o entusiasmo dos alunos, pelo que deixamos um louvor muito grande pela sua motivação e empenho e votos de que estes prémios continuem a conduzir a muitos outros sucessos no futuro, provando assim que o mérito está na persistência e no trabalho.

Lembrar para compreender: a agonia do Estado Novo e os enigmas da sua longevidade

No passado dia 29 de Abril de 2011, no âmbito das actividades comemorativas do 25 de Abril este ano, foi proferida na Escola Secundária da Mealhada uma conferência pelo Prof. Doutor Álvaro Garrido, organizada pelo grupo de História e pela Biblioteca. O conferencista é professor na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, doutorado em História Económica e Social, investigador premiado e com obra importante sobre a História de Portugal do séc. XX.

A conferência teve como tema central a questão da longevidade do Estado Novo, uma vez que o autor considera intrigante e fundamental perceber porque é que este regime foi “a mais duradoira das ditaduras europeias que se formaram no período das duas guerras e a mais institucionalizada de todas elas”.

Como historiador que é, considera que a melhor maneira de comemorar o 25 de Abril é evitar o esquecimento e combater uma certa “amnésia deliberada”. A História será, pois, uma forma de construir uma “memória estruturada num discurso ordenado e racional sobre o passado”.

Álvaro Garrido apresentou seis teses que poderão explicar a longevidade do Estado Novo e do Salazarismo. (artigo completo no blogue associado)

As palavras e os meios: novo trabalho

O projecto que este ano a Biblioteca da Escola Secundária promoveu, com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian, começa agora a entrar a sua fase derradeira: a entrega de trabalhos pelos alunos que aderiram.

Assim, anunciamos mais um trabalho. Dois alunos, Diogo Correia e João Oliveira, do 10.º B, fizeram um trabalho muito interessante a partir da aplicação PREZI sobre o livro “Desconhecido nesta morada“, de Katherine Kressmannn Taylor.

O trabalho pode ser visto em:

(clicar na imagem)

Workshop de bateria

Nesta Quarta-feira, 11 de Maio, pelas 15 horas, no auditório da Escola Secundária da Mealhada, decorreu um workshop orientado pelo professor de bateria Bruno Maié que também integrou o elenco de várias bandas, v.g., Tribo, Desnorteados, Diezel, Dualidades.

Esta actividade foi realizada no âmbito da disciplina de Área de Projecto da turma A do 12º do nível secundário de educação, por um grupo de alunos que dinamizam o projecto “A Música, os Videojogos e a Sociedade”, cujo blogue a biblioteca já noticiou num post anterior. Do grupo fazem parte o António Santos, o Luís Soares, o Ricardo Pimenta e o Tiago Machado.

Na semana passada, o mesmo grupo promoveu dois espectáculos de música rock (mesmo rock, de pura colheita da década de 70…) em dois intervalos da manhã, em que o mesmo músico Bruno Maiê também colaborou na bateria.

Durante a acatividade de hoje, Bruno Maié fez uma curta mas esclarecedora abordagem à história do instrumento, demonstrou as técnicas e os princípios básicos e mostrou como se faz a integração da bateria numa banda, culminando numa pequena actuação com dois alunos, um na guitarra eléctrica e outro no baixo.

No fim, houve oportunidade para os participantes experimentarem um pouco.